Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Semana de ansiedade, um belo e longo reencontro e os "prejuízos" causados pela minha seletividade!

Boa tarde gente linda e de coração bom deste mundo!
Tive dias tensos, de bastante ansiedade. Hoje, porém uma "reunião" me trouxe certo relaxamento. 
Tive um longo encontro na noite desta quinta-feira, o que impediu de eu encontrar uma fã e amiga que é jovem e muito inteligente. Uma radialista do GO! Se eu tivesse a voz dela seria plenamente realizada na vida, porque a minha, convenhamos, é horrível.
Sorte minha que minha mãe sempre investiu em livros para o meu crescimento cultural, porque se eu fosse do tipo que só fala asneira, medíocre e burra, com a minha voz, ninguém iria querer dialogar comigo... Risos...
Brincadeiras à parte, o longo encontro de quinta-feira foi fabuloso! Ficamos juntos no hotel, em que pese ele resida em Brasília, viaja bastante e, conhecendo minhas predileções, alugou uma suíte para passarmos o tempo e, depois, fizemos check-out e ele foi para casa.
Cês sabem que não vou à residências, né?! Exceto, claro, quando conheço muito bem o parceiro, do contrário, prefiro evitar qualquer risco. O moço em questão é meu conhecido de certo tempo já, mas não somos íntimos, ademais ele tem namorada.
Bem, quando cheguei ao hotel ele estava me esperando com uma espumante gelada! Nos beijamos com tesão, estávamos mutuamente saudosos. Depois ele nos serviu, brindamos, conversamos um pouco e, no sofá da suíte, ele abaixou-se, ajoelhou-se em minha frente, abriu minhas pernas e começou a me chupar. O fazia com tanto tesão e perfeição que eu gozei rapidamente e muitas vezes. 
Com meus pés, ainda dentro da sandália, roçava no pau dele que, claro, estava duro dentro do jeans que ele trajava. Pedi-lhe para ficar em pé e tirar a roupa, fiquei ali, de joelhos no tapete e chupei-o com gosto. Ele pediu para irmos ao quarto, mas eu disse que não, que queria que ele gozasse na minha cara, daquela forma, comigo de joelhos na frente dele. 
E eu o chupei até ele gozar assim, como eu pedi. Dentro da minha boca e no meu rosto. Morri de tesão! Fui tomar uma ducha, voltei e deitamos na confortável cama. Conversamos bastante, tomamos nossa espumante e logo estávamos "acesos" de novo. Ele me chupou, me masturbou até me sentir gozar e, então, colocou a camisinha de sua preferência e meteu na minha boceta. Gozei muito e resolvi ficar sobre ele. Sentei no pau dele, fiz squirts homéricos e, depois de muitos orgasmos meus, ele também gozou.
A tal altura estávamos suados e fomos juntos tomar uma ducha! 
Quando saímos do banho nos percebemos que o tempo havia voado. Eu tomei a última taça de espumante e ele ofereceu-se para trazer-me em casa. Viemos conversando e ouvindo uma bela playlist.
Bem, este foi o encontro da semana, pois, de resto, venho sendo abordada por criaturas que parece que fugiram do inferno: alguns muito feios, outros com a aparência do meu avô aos 94 anos e alguns de meia idade com bigode. Nossa, eu não suporto homem velho, na faixa etária do meu pai (66 anos) que usa bigode, justamente porque ele "usou" a vida inteira!
Não que ele,- o excelentíssimo senhor meu pai- seja feio, até porque não é, mas acho que tal "detalhe" me remete à figura paterna e, certamente, nada pode ser mais broxante do que isso!
Deusmelivre! 
De mais a mais, após 2018 o único bigodudo pelo qual nutro admiração, estima e afeição é o bom e velho Nietzsche. Me alforriei totalmente do contato com um pai misógino expert em "silenciar" mulheres e que só as valoriza e respeita quando elas dizem: "Sim, você está coberto de razão." Foi assim com minha mãe, foi assim comigo e é assim com a atual esposa dele, certamente ocorrerá o mesmo com a minha irmã quando ela crescer e começar a ter opinião própria. Vínculo sanguíneo não significa nada pra mim, não sem respeito, empatia e presença. 
Eu, como acompanhante de luxo, vivo perdendo dinheiro, padecendo de certos "apertos", inclusive, mas perder a dignidade transando só por transar com homens cuja aparência me causa asco eu não faço. Nunca fiz e nunca farei! Sexo é pra ser feito com tesão, do contrário é melhor se masturbar e dormir. Antes prejuízo financeiro do que moral.
Bem, acabei "descascando" nas costas depois do sol que tomei semana passada! Amanhã se eu estiver animada vou voltar ao clube para dar um up no meu bronzeado.
Bem, tenham todos um bom final de semana!
Beijos de luz! 

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Sobre a discrepância entre “curtidas” e número de seguidores que tenho em meu Instagram e Facebook.

Sobre a discrepância entre “curtidas” e número de seguidores que tenho em meu Instagram (@claudemarchi3) e Facebook.

Há dias eu parei para fazer as contas entre o número de curtidas dos meus posts no Instagram e Facebook, sendo que este último utilizo cada vez menos, ao contrário do primeiro, e notei uma disparidade gritante: menos de 1% das pessoas que me seguem “curtem” meus posts. Não falo em comentários, vez que só quem eu gosto e sigo pode fazê-los ou, no caso do Facebook, só os meus amigos, pois minhas redes sociais não são fóruns de debates e nem válvula de escape de haters com problemas de autoestima e controle de raiva.
Bem, se a pessoa me segue, em quaisquer redes sociais, porque quer me ver em fotos de lingerie, fazendo “bico de pato” e mostrando a minha bela derrière em poses explícitas diariamente, não vai ver, irá se frustrar.
Se o macho me segue para me ver seminua abraçada em outra “puta” igualmente seminua para atiçar seus desejos falocêntricos, então ele vai morrer, mas nunca me verá em tal "situação". 
Se a pessoa me segue para obter dicas sobre o que fazer pra agradar macho na cama, não vai encontrar. Se me segue para obter dicas acerca de “boa forma”, cirurgia plástica, tratamentos estéticos, exercícios físicos e alimentação saudável, não irá encontrar: eu só pedalo em casa, como e bebo o que tenho vontade, quando tenho. 
Quanto à beleza da minha pele digo-lhes que ela se mantém com muita água (hidratem-se sempre!), alguns creminhos e, claro, com a raiva que eu passo no mínimo 3 vezes ao dia desde que o brasileiro médio resolveu chamar um deputado federal logorreico, medíocre e néscio de “mito”.
Inclusive, se a pessoa quer ouvir qualquer concordância com delírios neo-fascistas como “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos” ou “liberal na Economia e conservador nos costumes”, então ela não entendeu nada acerca de quem eu sou e como penso.
Se a pessoa me segue procurando a mansuetude de uma puta “coitada” que procura ser "salva" por um Richard Gere milionário, carente e apaixonado, reproduzir a espécie com ele e virar um paradigma da repetição de velhos e ultrapassados conceitos românticos-patriarcais da vida de "ex-prostituta de luxo-cinderela", então essa criatura também não entendeu nada acerca das decisões que tomei em minha vida e do que motivou-me (tenho 2 livros escritos, procure on-line, compre-os, leia-os e compreenda-me!).
Coitadismo?
Repetição dos conceitos paupérrimos e ditames machistas do patriarcado miserável?
Busca por um amor “salvador”?
Nada disso existe e nem existirá em meu Instagram e Facebook!
Ideias “senso comum”, ode à "cristandade", papo sobre sexo e ode ao falocentrismo usurpador e misógino que vem quase sempre "otimizado" por qualquer coisa que remeta à pornografia (seja ela "tradicional" ou não)?
Jamais terá!
Incentivo a competição e rivalidade feminina?
Menos ainda!
Sou feminista, quem não aceita ou discorda com tal fato não deveria nem me seguir.
Eu não sou candidata a cargo político para ser tolerante com os intolerantes ou cordial com quem não respeita a minha privacidade e liberdade de ser, pensar e opinar.
Não sou “mansa” com gente sem bom senso e nem dócil com quem vem até mim pedindo conselhos gratuitos porque aqui no meu site tem a forma de pagamento da consulta e instruções esmiuçadas a respeito da mesma.
Aqui também constam tutoriais sobre o que significa ser, realmente, uma acompanhante de luxo, quais os “requisitos” e o que fazer para se tornar uma e, inclusive, textos sobre quebras de tabus no sexo e até sobre sexo anal!
(Enfim, tem de T-U-D-O basta procurar o que deseja e ler!).
Isso sem falar das minhas fotos, vídeos caseiros, crônicas até sobre política, valores e o "famoso" diário dos meus "dates"!
Ou seja, as minhas referidas redes sociais existem para eu manifestar-me sobre todos os assuntos do mundo, de Política a relacionamentos, de gente tacanha a pessoas que admiro. Eu as mantenho porque eu sou escritora e, claro, de vez em quando posto selfies e coisas frívolas, pois sou humana e, portanto, meio “idiotinha” às vezes.
Mas se você me segue no Instagram, porque está atrás de "putaria", então “entra” ali e deixe de me seguir, pois foi ao "local" errado, logo, peço que se "retire".
Se estiver atrás de futilidade e ostentação?
O “deixar de seguir” também está lá, a seu dispor, porque eu não posto os meus melhores momentos e não faço questão de ostentar nada em lugar algum.
O resto, como já lhes disse, está aqui, no meu site, pois minhas redes sociais existem para quem se afina com o meu pensar como cidadã e autora, como advogada, inclusive, afinal, ser acompanhante de luxo é uma parte ínfima e divertida da minha existência neste mundo, não é toda a minha vida: nunca foi, nem nunca será!
Deal with it!
Cláudia de Marchi
Brasília/DF, 10 de fevereiro de 2019.

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Um reencontro dominical extasiante para abrilhantar o dia nublado no planalto central e uma despedida auspiciosa do final de semana ao som de "You got it"!

Boa noite lindos leitores e leitoras que me acompanham!
Muita gente me "interpelou" nas minhas redes sociais sobre a música, segundo eles me falaram, "depre" do Chico Buarque na voz da Elis que postei aqui, indagando-me sobre meu estado de espírito e etc..! 
Bem, quem me conhece bem sabe que sou amante da boa música, que letras tristes, pesadas ou românticas me enternecem e não me entristecem nunca! O que me deixa triste é a miséria, a fome, é saber que tem gente sem ter onde morar, é ver pobre batendo palmas para quem governa para a elite, são os cortes na Educação e na Saúde, é a falta de justiça social e a ausência de inteligência do brasileiro que sonha em seu um país como a Suécia, sem o Welfare State, enquanto pugna por legislação e estilo de governabilidade "a la Arábia Saudita"!
Músicas fazem bem pra alma, Elis Regina, então, me revigora!
Bem, dúvidas esclarecidas, venho para lhes dizer que, hoje, tive algumas horas fabulosas na companhia de um adorável cavalheiro que, para minha alegria, veio hoje à Brasília. O plano era dormirmos juntos, mas como ele tem vários projetos para encerrar até amanhã cedo, acabamos passando deliciosas 4 horas no meu hotel favorito durante essa tarde.
Almoçamos juntos, admirando o lago, apesar do clima nublado, que combinou com o delicioso vinho saboroso e encorpado que combinou plenamente com o clima e com o afã pelo reencontro que ambos estávamos.
Tão logo cheguei, nos beijamos acaloradamente, sentamos na sacada, bebericamos o vinho e, ali mesmo, comigo de costas admirando a paisagem com uma bela sandália e vestido longo, ele abaixou-se e começou a me chupar! Me levou ao delírio, inclusive me masturbando e lambendo meu cuzinho.
Entramos, ele despiu-se, tirou meu vestido, porém não quis tirar minha sandália. Deixou-me chupá-lo por um breve momento, pois estava muito excitado. Ergueu minhas pernas, colocou a camisinha e me penetrou, beijando meus pés e acariciando minhas pernas, coxas e cada milímetro das minhas, segundo ele, "curvas perfeitas". Comeu minha bocetinha com minhas pernas erguidas e meus pés com o salto em seus ombros. Assim, pedi para ele comer meu rabinho. Delicadamente ele meteu, sem se importar que o salto arranhava-lhe o os ombros! Entre squirts e orgasmos intensos, acabou gozando.
Fomos tomar uma ducha e nos sentamos conversar e apreciar o belo vinho italiano que ele trouxe especialmente para a ocasião. "Namoramos" ao longo da tarde que passou voando! Entre mais beijos deliciosos, assuntos cheios de afinidades, sarcasmo e bom humor, além de toques certeiros que me levaram ao orgasmo, novamente, na sacada do apartamento, entramos e nos "embrenhamos" num 69 delicioso que durou no mínimo 45 minutos.
Ele pedia para eu ir mais devagar quando sentia que ia gozar, mas se refastelava com meu gozo em sua boca e em todo seu rosto! Após perceber minhas pernas trêmulas, ele gozou na minha boca.
Caímos na cama exaustos e resolvemos, então, pedir o almoço e usufruirmos um pouco da banheira antes de eu vir para casa. Terminamos o vinho imersos na água da deliciosa banheira do Royal, ele mostrou-me o trabalho que ainda tinha que fazer e eu vim embora, feliz e saltitante, dormir a "soneca" dos justos antes de fazer um lanche e conversar com mamãe sobre meu encontro "fodástico"!
Bem, desejo à todos um bom restinho de tarde e início de semana!
Dessa vez, para animar-lhes, deixo-lhes uma música que tem tudo a ver comigo, do grande Roy Orbison, que está sempre me acompanhando nas minhas "pedaladas-caseiras-diárias":
Beijos de luz para quem precisa de luz e, sobretudo, para quem já é muito iluminado e bem amado por si mesmo, afinal "anything you want, you got it"!

sábado, 9 de fevereiro de 2019

De um encontro secreto a Elis Regina, de Chico Buarque a minha crise de inspiração!

Boa tarde galera linda deste mundão belo, porém cheio de discrepâncias e injustiças!
Já lhes falei que estou vivendo uma crise de inspiração? Tenho dois novos livros em mente, mas, desde dezembro, estou travada. 
Bem, após meu último encontro aqui narrado, nesta semana, tive mais um "date" com o delicioso jovem que não gosta de ter nossas relações narradas por mim aqui no site, então, ciente de que o "come quieto" come muitíssimo bem, resta-me anuir com seu delicado pedido de silêncio.
Dentre leituras e muitas músicas (não vivo sem boa música!), mais alguns probleminhas, incluindo cólicas, tendo escrever. Vocês conhecem a história por trás da música "Atrás da porta", brilhantemente interpretada pela gaúcha mais admirável de todos os tempos, Elis Regina?
Bem, a composição foi do meu amado Chico Buarque e Elis, talvez pela difícil separação do seu amado Ronaldo Bôscoli, se identificou com a canção e gravou-a mesmo sem que Buarque tivesse "findado" a letra. 
Ao ouvir, tempos após, a interpretação de Elis que deixou o fim da música "orquestrado", Chico inspirou-se e, emocionado, terminou os versos da música. Bem, conto-lhes isso, primeiro porque sou fã do compositor, da intérprete e da canção, segundo porque isso me consola: se até Chico demorou para findar uma letra de música, quem sou eu para escrever dois livros em tão pouco tempo, já que o segundo foi escrito há um ano?! Enfim, este era o meu desabafo e uma espécie de "auto-consolo".
Deixo-lhes o vídeo de Elis cantando uma das músicas com as quais, intuo, ela mais se identificou, especialmente pela dor da paixão rompida!
Essa "pimentinha" é inigualável!
Bem, tenham um lindo final de semana!
Beijos de luz!

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Um reencontro delicioso para animar a terça-feira!

Boa noite terráqueos e terráqueas!
Eis que o DF teve uma terça-feira deliciosa com uma chuvinha adorável! Pelas previsões, posso crer que o "up" no meu bronzeado ficará para a próxima semana, mas, ao menos, com as temperaturas amenas até os pensamentos fluem mais!
Não nego, porém que, apesar de estar cheia de ideias para um terceiro e quarto livros, está me faltando uma dose de inspiração, uma dose de paixão!
Enquanto ela não chega eu leio e me informe sobre o máximo de assuntos que me interessam. Desde sempre fui uma moça curiosa. Fui uma criança curiosa! Peguei um livro do Shopenhauer pela primeira vez aos 9 anos! Era da minha mãe e eu li. Não entendi tudo e também não me tornei uma eterna melancólica... Risos... Mas, enfim, a curiosidade é uma peça fundamental no "culturamento" humano.
Bem, hoje tive um reencontro divino maravilhoso, como cantou Gal! Ele chegou lindamente trajado, pegou-me nos braços e me beijou intensamente na sala, viemos ao meu quarto onde os beijos esquentaram. Alto, ele ajoelhou-se, ergueu o meu vestido, colocou-me deitada com as pernas abertas na beirada da cama e me chupou até sentir-me gozar. 
A seguir, disse que precisava de uma ducha, pois teve um dia corrido. Como ele faz costumeiramente, deixou sua roupa nos cabides e foi tomar uma ducha. Esperei-o tomando uma água. Ele tirou a cueca, virou-me de costas, tirou meu vestido e chupou-me inteira, incluindo meu cuzinho. Excitado, pediu-me para fazermos um 69. Gozei inúmeras vezes e senti-lo quase todo na minha boca me deixa louca de tesão!
Ficamos assim por muito tempo, ele delirando com meu gozo e segurando-se para não gozar. Pedi-lhe para meter na minha boceta, então ele esticou o braço, colocou uma camisinha que, sei, é do seu gosto e, portando havia separado para usarmos, e sentei no pau dele. Gozei e fiz squirts homéricos de forma que ele não aguentou-se por mais de 15 minutos!
Eu, por minha vez, gozei de lavá-lo e molhar os lençóis! Deitei ao seu lado, ele pegou a água que estava fora do frigobar, enquanto eu fui tomar uma rápida ducha fria, pois estava trêmula e suada. Voltei, conversamos um pouco nos minutos que ainda tínhamos e, na sequência, ele tomou outro banho e foi embora, pois tinha compromissos familiares.
Eu que já havia pedalado mais cedo, dei uma lida num livro que tenho e, inclusive, já li e, agora, vou assistir a um filminho com minha mãe. Desejo à todos uma excelente noite!
Beijos de luz!

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Uma semana sem notebook, um novo parceiro e algumas amenidades!

Boa tarde ilustríssimos e ilustríssimas!
Fiquei sem notebook desde domingo passado, mas, agora voltei!
Muitas coisas aconteceram nestes dias e, claro, muita vergonha e tristezas para os residentes no Brasil. 
Eu tive apenas dois encontros na semana passada, um de duas horas com um jovem cavalheiro que dispensa que eu escreva o relato aqui e outro com um parceiro novo!
Um homem jovem, casado há quase duas décadas que nunca havia traído a esposa. Achei muito fofo! Ele nos trouxe um vinho, para descontrair. Nervoso que estava, creio que a proporção tenha sido 3 taças dele e uma minha... Risos... Cidadão charmoso, lindo rosto, inteligente, com consciência de justiça social e solidariedade, ou seja, um bom parceiro, inclusive no sexo que rolou, para mim, muito bem.
Ele me chupou, me fez gozar na boca dele e, depois, comendo minha boceta e cuzinho de quatro, todavia, o tempo passou rápido haja vista nosso papo e vinho e ele se atrasou para um compromisso.
Tomou banho e saiu, feliz com o encontro e positivamente surpreso comigo (eu sempre digo: não sou NADA fotogênica!).
Bem, eu tive dias leves e tranquilos, inclusive fui tomar sol quinta-feira, pretendo fazer o mesmo essa semana. Estou "testando" um biquíni que promete uma marca bem delineada, mas, certamente meu corpo é meio "torto", porque não está dando muito certo nas laterais do quadril...Risos... Em que pese eu tome sol mais por diversão, ficar de lado virando que nem bife, não faz o meu estilo, a "nóia" pela marquinha "tira" todo o prazer do dolce far niente de ficar deitada, lendo um livro, tomando uma cerveja e observando os outros humanos ao meu redor! ... Risos...
Por falar em cerveja, tomei um pileque horrível, pois apesar de não ter bebido muito tinha tomado ansiolítico na noite anterior! Me esqueci, pois não tomo o remédio diariamente. Não gosto nem de lembrar do fiasco, em que pese eu não me lembre de muita coisa mesmo... Risos...
Bem, vou terminar um filme que comecei anteriormente, mas parei para pedalar e ler um pouco. "Voltei" aos meus 17 anos, quando eu estudava para as provas da Faculdade na ergométrica da academia! 
Bem, tenham uma linda e deliciosa semana apesar dos pesares das notícias atuais!
Beijos de luz!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Sobre um primeiro encontro delicioso regado a um bom vinho e squirts intensos!

Boa noite prezados leitores e prezadas leitoras!
Cheguei à pouco do meu terapeuta/psiquiatra! Ele é sensacional. Estávamos desde outubro sem nenhuma sessão, mas foi muito proveitoso hoje.
Como de costume minha mãe estava junto!...Risos...Depois de meses, apenas hoje contei-lhe que fui consultar as primeiras vezes levando mamãe junto por medo de ser assediada. Não sei se vocês sabem, mas eu morro de medo de assédio! E da minha reação frente a um, motivo pelo qual evito ao máximo contato com homens fora do meu ambiente de segurança. Isso vale para motoristas de Uber, conhecidos em algum restaurante, qualquer prestador de serviço, enfim. 
Bem, por falar em "desconhecidos" hoje tive um surpreendente primeiro encontro! Daqueles que, confesso, não vivenciava há muito tempo. 
Conversamos ontem e, de imediato, senti que o "date" prometia, mas me surpreendi positivamente, assim como ele que leu sobre mim na entrevista que dei à Folha de SP ano retrasado. Todavia, estava casado e não quis vir ao meu encontro antes, ao que me disse, arrependeu-se...Risos... 
Como combinamos o encontro para o fim da manhã e eu não tinha nenhum compromisso ao longo do dia, ele trouxe um vinho português para tomarmos! Um vinho delicioso, diga-se de passagem. Entre beijos, papos e vinho a química flui com uma naturalidade incrível! 
Ele me chupou e me fez gozar com a boca e masturbando o meu cuzinho! Eu o chupei e fiz questão que ele visse. Ser olhada enquanto eu faço sexo oral me excita, tanto que, enquanto eu o chupava, levei os dedos do pau dele à minha boceta e gozei, gozei muito e fiz squirts, inclusive! Depois de ele colocar a camisinha e acostumar-se com ela, meteu no meu rabinho de quatro! Tive orgasmos incríveis! Ele pediu se podia gozar, então com minha resposta positiva, ele entregou-se ao seu êxtase. 
Fui tomar uma ducha, pois na hora de tirar o preservativo eu me "sujei"! Voltei do banho e seguimos conversando por um bom tempo... Aliás, o tempo voou! Falávamos sobre a forma com que me masturbo, pressionando as pernas e a parte interna do meu clitóris quando ele colocou a mão na minha boceta. Tirei a toalha que me tapava e, com os dedos, ele me fez gozar muitas vezes. Gozar e fazer squirts! Peguei no pau dele e estava duro, lambuzado. Abocanhei-lhe e ele espichou-se para colocar a camisinha! Sentei no pau dele, gozei muitas vezes. Eu queria que ele metesse mais no meu cuzinho, ele pediu como eu queria e, a meu pedido, meteu em mim de quatro, mas com meu quadril mais baixo! Revezando entre um "empinado" mais elevado e outro mais baixo. Rebolei no pau dele e esguichei gozo diversas vezes! Ele terminou gozando de novo. Muito, ao que percebi quando levei a camisinha ao lixo na hora do meu segundo banho da tarde.
Ele tinha excedido o tempo previsto, mas conversamos um pouco mais, antes e após ele tomar um banho para seguir para um compromisso. Eu descansei, li um pouco e assisti um filme até chegar a hora de ir consultar.
Bem, está sexta-feira foi deliciosa!
Agora vou assistir mais um filme antes de dormir, hoje, com certeza, dormirei cedo!
Tenham um lindo final de semana!
Beijos de luz!

Um grandioso e delicioso reencontro!

Boa noite pessoas lindas!
Tive ao fim da tarde desta quinta-feira um reencontro divino!
Infelizmente estávamos há uns meses sem nos encontrarmos e, tal qual o último encontro, este foi épico. 
Ele chegou no horário que combinamos nesta tarde quente! Beijei-lhe acaloradamente e viemos ao meu quarto onde estava um pouco mais "fresco", afinal os dias estão bem quentes aqui no planalto central!
Antes de nos entregarmos ao prazer, após chegarmos ao quarto eu deitei, ele ergueu meu vestido, tirou a minha calcinha e me chupou até me fazer gozar. Depois, despiu-se e foi tomar uma ducha. 
Terminei de tirar o vestido, tomei uns goles de água e fiquei lhe esperando. Ansiando por aquele corpo gostoso e bronzeado! Assim que saiu do banheiro ele veio me chupar mais! Me chupar e me tocar, deixando-me louca para recebê-lo! Mas, antes, chupei-lhe. Ele me tocava com os pés e eu continuava gozando e fazendo squirts enquanto engolia-o!
Assim que colocou a camisinha ele veio sobre mim! Comeu minha bocetinha assim, de lado, enquanto me beijava e admirava e, também, de lado, mas de costas para mim, de um jeito extremamente delicioso!
Gozei muito, lavei o cobre-leito gozando! De costas, rebolei no pau dele, sentindo cada centímetro dele. Depois de me levar ao delírio comendo a minha boceta, ele meteu no meu cuzinho. Deixando-me à vontade para rebolar e gozar muito com ele enterrado em mim até ele se entregar e, também, gozar!
Sucederam minutos de êxtase e, como de costume, papos deliciosos! Após um tempo fui tomar uma ducha, estava suada! Tomamos água, conversamos mais um tempo, e, assim que ele foi, eu fiz um lanche e assisti um filme com minha mãe.
Estou sofrendo de certo bloquei criativo ultimamente, motivo pelo qual resolvi sair do Facebook. Logo, estou usando apenas meu Instagram para postar minhas crônicas, textos e opiniões diversas, além, é claro, de fotos da minha pessoa. Quem quiser, acompanhe-me no @claudemarchi3!
Bem, creio que amanhã eu terei um delicioso encontro, então vou dormir cedo, mas antes gostaria de lhes falar sobre o Fábio Assunção. Recém postei a respeito no meu Instagram.
O Fábio não é “gente como a gente” porque fica chapado e faz uns fiascos de vez em quando. Sim, eventualmente ele “pira” no álcool e em outras drogas. Só que nem todo mundo pode “brincar” com o nome dele, não só porque ele é, de fato, um dependente químico e alcoólatra, ou seja, doente, mas porque Fábio é grandioso demais! Tem um coração maior do que o de muita coleguinha que está tomando uns drinks com a gente na sexta-feira. 
Quem que você conhece que, ao invés de litigar contra quem fez uma música debochando dos seus problemas e doença ou anuir com a mesma e ganhar bons trocados para gastar, resolve direcionar o dinheiro para ajudar dependentes químicos? Esse cara está, anímica e moralmente falando, acima da maioria das pessoas que debocharam dele! 
Ser um adicto não torna ninguém menos bom, menos digno, menos gente! Aécio não é inferior a nenhum outro político pelo fato de cheirar cocaína, assim como Lula não era inferior a ninguém por gostar da sua mítica “cachacinha”. Da mesma forma que ninguém é “menos” porque transa com travestis, trans, homem ou mulher. Porque faz pouco ou muito sexo, porque é solteiro ou casado, "puta" ou virgem! O que cada um faz com seu fígado e orifícios corporais não nos diz respeito, o que fazem com dinheiro de verbas públicas, por outro lado, nos diz. O que fazem com seus salários? Não deve nos interessar: o salário entra na conta deles e eles podem cagar em cima se lhe aprouver. (O salário dos políticos não é dinheiro roubado! É direito, aceite e aprenda a votar!) 
O dinheiro dos direitos autorais que o Fábio vai ganhar com a música escrota (sim, eu acho uma bosta!) que leva o seu nome é sim, dele, mas o que ele vai fazer com tal montante prova a qualquer hipócrita moralista que dignidade, decência e bondade não tem a ver com os porres que a gente bebe ou com os tombos que a gente cai, mas com o bem que fazemos ao próximo e ao mundo quando podíamos, simplesmente, apagar a luz, deitar e dormir ou padecer com autocomiseração pela ausência de empatia alheia! 
Bem, deixo-lhes a minha opinião a respeito nessa inspiradora quinta-feira!
Beijos de luz!

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

"Desjejum" sexual!

Boa noite damas e cavalheiros que me acompanham!
Eis que, finalmente hoje tive um novo encontro!
Confesso-lhes que passei dias "duros" sem minha mãe. Venho padecendo, talvez por estresse ou por não estar me alimentando direito, como faço quando ela está aqui para me cuidar, de uma estranha dor no estômago.
Dor que só é "despertada" após eu comer sólidos como carne vermelha ou frango. Domingo e ontem foram dias difíceis, mas hoje me detive em alimentos pastosos e líquidos, como sorvete, por exemplo... Risos... Além de muita água, pois o calor em Brasília não está poupando-nos!
De toda forma, a dor diminuiu bastante e consegui comer queijos, lombo suíno e presunto, além do sorvete. Agora, enquanto espero minha mãe chegar, estou assistindo à segunda temporada de American Crime Story que narra o caso Gianni Versace.
Interessante, todavia preferi a primeira temporada, até porque se detinha mais na atuação jurídica e em falhas midiáticas e jurisdicionais, assuntos pelos quais, por óbvio, me afino.
Bem, ao fim desta tarde tive um reencontro delicioso com um cavalheiro que esteve viajando por um tempinho! Chegou bronzeado, alegre e saudoso!
Sabia que eu estava sozinha em casa e, ainda na sala, encheu-me de beijos. Como as janelas estavam com as persianas abaixadas, ao lado da porta, colocou-me de costas e abriu meu vestido. Ainda ali, sob os olhares curiosos e assombrados de Zeus e Pequeno Bolota que estavam sobre a mesa, ele abriu minhas pernas, abaixou-se e me chupou. Enquanto me chupava, tocava-me com os dedos. Gozei rápido, como de costume. Cheguei a suar, inclusive.
Disse-lhe para virmos ao quarto cujo ambiente estava mais fresco. Aqui chegando, nua a trajando apenas uma sandália de salto, coloquei-o sentado, abri a sua calça e o chupei. Engoli-o inteiro de forma que ele, quase sem conseguir se segurar, pediu se podia gozar ali na minha boca. Claro que permiti!
Depois de gozar, ofegante, ele pegou uma água. Elogiou minhas curvas e a cor, pois há alguns dias quando nos encontramos eu estava bem "desbotada". Cheguei numa altura da vida em que os meus cuidados com o rosto prevalecem sobre a vontade de manter o bronzeado lindo, de mais a mais, para ter uma cor perfeita, bons eram os tempos lá no MT em que eu tinha piscina em casa. Ter que ir para hotéis ou clubes tomar sol é algo bastante enfadonho pra mim, mas, diante do incentivo do delicioso cavalheiro, pretendo tornar ao clube pegar um solzinho semana que vem.
Entre elogios e bons diálogos, nos beijamos novamente e, claro, ele ficou excitado de novo. Virou-me de costas, lambeu-me inteira e tocava-me com uma força deliciosa! Pedi-lhe para colocar a camisinha e me comer... Uau, que foda deliciosa! Gozei e fiz squirts enquanto ele metia na minha boceta, sobre mim. No auge da excitação, tirei o pau dela e meti no meu cuzinho! Jorrei gozo e, logo ele acabou gozando de novo.
Conversamos mais um pouco, eu fui tomar uma ducha fria e ele arrumou-se para ir. Não precisou tomar banho, pois ia direto para casa. 
Bem, agora seguirei com a série até minha mamãe chegar!
Tenham uma linda noite!
Beijos de luz!

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Quarta-feira: reencontro com o cavalheiro tímido, série e filmes!

Boa noite respeitáveis leitores e leitoras!
Hoje à tarde tive uma agradável hora com o delicioso cavalheiro que censura a narrativa de nossos encontros, logo, apesar de tudo ter sido delicioso, em seu respeito, não contarei os detalhes aqui.
Foi, como de costume, um encontro animado e cheio de entusiasmo, do sexo ao papo, dos beijos as gargalhadas!
Por fim, terminei de assistir a série "Você" na Netflix. Comecei ontem à tarde. É realmente muito boa, inclusive o personagem Joe me lembra da maioria dos meus ex. Tenho certa expertise no quesito stalkers e psicopatas, creio, no entanto, que nenhum tenha assassinado ninguém. Mas, também não coloco a minha mão no fogo!...Risos...
Bem, ontem à noite assisti, novamente, ao nacional "Olga". Incrível como nossa Suprema Corte é covarde. Digo, era. Não, não: era e é! Covarde e partidária. Entregar uma mulher grávida de um brasileiro para a Alemanha nazista foi um aval ao seu assassinato. Aff, enfim! Não irei me delongar sobre isso.
Agora vou assistir um pouco de Criminal Minds antes de dormir. Deixarei para assistir "Elis" amanhã. Esse "Now" da Net é bem legal! Tem clássicos fenomenais, além dos lançamentos, é claro. Mas, não nego: sou fã de filmes antigos e de reprisar o que é bom! Reprises não têm erro e nem desapontamentos. Aliás, se tem uma coisa que eu quero evitar hoje em dia é frustração, já basta viver no Brasil pós-eleições de 2018 e suportar cada dia do (des)governo atual.
Bem, tenham todos uma linda noite!
Beijos de luz!

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

ESTUDE, POIS CONHECIMENTO É LIBERTADOR! CONHECIMENTO É P-O-D-E-R!


Estude para saber os sinais do Fascismo e nunca mais apoiar um fascista.
Estude para não ser manipulado e achar “ótima” a perseguição a um só partido e personagem político enquanto os demais se refastelam com dinheiro público.
Estude para não chamar de comunista ou socialista quem defende o Estado de Bem-Estar Social capitalista!
Estude para distinguir direitos de privilégios.
Estude para defender a democracia.
Estude para entender a Constituição Federal do seu próprio país!
Estude para distinguir igualdade de equidade e apoiar a segunda.
Estude para não cair em discurso raso, simplista e preconceituoso. Estude para não ser um preconceituoso!
Estude para não comemorar a elevação da bolsa de valores e dólar quando você está tendo seus direitos solapados e ignorados.
Estude para não ser um armamentista!
Estude para não dizer que doenças psiquiátricas são “frescura”.
Estude para ler um livro ao invés de dar opinião para quem não lhe pediu.
Estude para entender que tortura e xenofobia são indefensáveis e que quem defende torturador não merece ser chamado de “gente”!
Estude para conhecer a História e jamais apoiar um retrocesso quando estiver frente a um.
Estude para se opor a qualquer ditadura, seja ela de esquerda ou de direita.
Estude para conhecer a Declaração Universal dos Direitos Humanos, saber o que são direitos humanos e jamais dizer que eles são “o esterco da vagabundagem”.
Estude para não ser um separatista do Sul ou Sudeste do Brasil.
Estude para nunca mais dizer “se não der certo a gente tira”, porque a democracia merece respeito e presidente não é roupa que você “tira” quando está desconfortável com ela.
Estude para não ser uma mulher reprodutora do machismo que não sabe que vota, que tem direito à liberdade de ir e vir, de escolher o próprio marido, de trabalhar fora e de ter bens móveis e imóveis graças às feministas!
Estude para não ser um negro que desconhece o seu passado e tem “amigos“ racistas. Estude para não ser a “sombra” de um branco que educou tão “bem” os filhos que eles nunca namorariam com uma negra.
Estude para entender a contradição entre ser a favor do Estado mínimo, mas fazer vacinas pelo SUS, querer passar em concurso público e fazer graduação e pós-graduação em universidade federal.
Estude para não ser um LGBTQ+ simpatizante de homofóbicos.
Estude para saber distinguir moralidade e ética de religião e exercício da sexualidade de decência moral e dignidade.
E, por fim, estude para nunca sentir vontade de ir num cruzeiro rumo à “beirada” da terra, negar a teoria da evolução e achar o Olavo de Carvalho um “gênio”!

(...)

Achei pertinente escrever este texto hoje, vez que faço "aniversário" de 14 anos de graduada.
Ou seja, comecei a estudar Direito há 19, afinal, estudo é algo que a gente nunca deixa de lado. Não se não quisermos ser completos idiotas e, se tem uma coisa que, se bem estudado, nos ajuda a sermos cidadãos conscientes, essa coisa é o curso que fiz.
Pena que nem todos tenham estudado Direito direito, ou seja, com afinco. Pena que muitos se cingiram ao objetivo de ganhar muito dinheiro, decorar conteúdos para passar num concurso público sem nunca atentar para os males e discrepâncias da sociedade pós-moderna.
Uma das coisas das quais eu mais me orgulho na minha vida é que nunca usei o meu conhecimento jurídico em prol, unicamente, do meu ego ou interesses financeiros.
Aliás, se tem algo do qual eu me desapeguei totalmente ao longo dos anos, esse algo se chama ego, ou seja, a vil necessidade de ostentar "teres e poderes" para os outros, enquanto me debato em minha consciência o único "deus" ao qual faço reverência nesta vida.
Isso nunca fiz.
Nunca farei.
Em nenhuma das minhas "carreiras" profissionais, pois ter paz ainda é a maior fonte de contentamento do meu ser!

Cláudia de Marchi
Brasília/DF, 15 de janeiro de 2019.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Começando bem a semana em que completo 14 anos de formada!

Boa tarde lindas pessoas que me acompanham!
Eis que essa segunda segunda-feira de 2019 teve um fim de tarde magnífico!
Recebi um cavalheiro que estava há uns dias sem vir ao meu encontro, estava saudoso, obviamente.
Assim que abri a porta e ele entrou me surpreendeu com um beijo cinematográfico caliente! O ânimo em mim subiu de imediato.
Viemos ao meu quarto e, antes de cairmos na cama, ele tirou a elegante camisa branca que vestia, assim como a calça. Colocou nos cabides, pois uma reunião o esperava na sequência.
Deitamos, eu ainda trajava o meu vestido e uma calcinha preta. Ele me colocou de costas e abriu o zíper, depois, sem tirar minha lingerie, apenas arrendando-a, começou a me chupar. Chupou-me inteira, da bocetinha ao cuzinho que, com o dedo, enquanto "arrancava-me" orgasmos com a boca, ele masturbava.
Como sei que ele gosta e eu estava louca para chupá-lo, sugeri deitar-se para eu ficar sobre ele e chupá-lo também. Ele aceitou e naquele 69 ficamos por um bom tempo! Ele pulsava na minha boca cada vez que me sentia gozar. 
Sei que ele ia acabar gozando, então pedi para ele colocar a camisinha, pois queria sentar naquele pau delicioso. Ele espichou o braço, pegou o preservativo que estava sobre o frigobar ao lado da cama e colocou. 
Sentei nele, gozei e fiz squirts suficientes para precisar trocar os forros de cama após! Ele acabou não resistindo e gozou também!
Conversamos um tempinho antes dele tomar uma ducha e seguir para seus compromissos profissionais. Eu me lavei, coloquei uma roupa e pedalei por uns 40 minutos antes de tomar um longo e demorado banho.
Depois organizei meus livros. Por falar nisso: amanhã, 15/01, faço 14 anos de formada! 14 anos militando na advocacia que já foi uma grande paixão em minha vida. Graças ao sistema judiciário brasileiro, ao patriarcalismo, machismo e elitismo da área me anojei um bocado, mas, ainda tenho um gosto pela labuta jurídica, motivo pelo qual ainda pago minha anuidade da OAB/RS... Risos... 
Coincidentemente, amanhã minha mãe viaja para ajudar uma tia a cuidar da minha avó, enquanto as demais vão (como todos os anos) para Balneário Camboriú. Eu, ao contrário de 2017 e 2018 (e mais uns 20 anos da minha vida!), não irei encontrá-las em SC. Pretendo ir para Maceió em março e, em abril, irei à Jurerê e, depois à Passo Fundo visitar meus avós, dessa vez, com minha mamãe.
Cá estou "uniformizada" para a comemoração de amanhã:
Risos... "Comemoração", só que não! Em que pese eu esteja esperando uns vinhos que comprei numa adega on-line sábado... 
Divertir-se em paz e a sós consigo é uma dádiva! Todos deveriam aprender, pois, como disse, em outras palavras, Shopenhauer, o homem que não gosta da solidão, não gosta da liberdade.
Bem, desejo uma linda semana à todos!
Beijos de luz!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

4 horas deliciosas na companhia de um novo e lindo parceiro!

Bom dia pessoas lindas deste universo caótico!
Ontem tive deliciosas horas na companhia agradável de um lindo cavalheiro que, semana passada, havia me contatado para combinarmos um "date".
Conforme havíamos combinado, ficaríamos 4 horas juntos numa bela suíte de um, igualmente, belo hotel da minha preferência.
Na hora combinada cheguei ao hotel, registrei-me na recepção e subi. Assim que bati na porta, um cavalheiro alto, forte e lindo, no melhor estilo Idris Elba recebeu-me.
Vestia uma calça social e uma camisa branca elegantíssima. Não destoou em nada da foto que usava no WhatsApp e da outra que me mandou para saber se passaria na minha "seleção", pelo contrário, ele surpreendeu. 
Estava me esperando com uma champanhe francesa aberta e algumas frutas e frios. Nos abraçamos e nos beijamos numa química instantânea, porém, sentamos e conversamos por um longo tempo. Ele me falou sobre o quanto me admira e me acompanha, disse que queria ter me encontrado há meses, mas infelizmente não pôde vir ao Brasil neste ínterim, apesar de ler meu site quase semanalmente.
Ele elogiou-me bastante, pareceu, de fato, bastante surpreso por me achar muito mais bonita pessoalmente, além de cheirosa e elegante (disse ele, e eu concordo...Risos...). Após longas conversas que foram de cinema à Política e Shopenhauer nos entregamos ao tesão que estava no ambiente desde a minha chegada.
Ele ergueu-me praticamente no colo com as pernas em volta da sua cintura e caiu sobre mim na cama, sem tirar o vestido longo que eu vestia, acarinhava meu corpo pegando forte na minha cintura, quadril e bumbum! Apertava-me enquanto me beijava e aquele tesão todo foi me deixando muito, muito excitada.
Quando, enfim ele ergueu meu vestido e colocou a língua na minha boceta eu já estava prestes a gozar. Quanto mais ele me chupava, mais eu gozava e ele se deliciava me sentindo. Tirou a camisa, ajudou-me a tirar o vestido e colocou-me de quatro: chupava minha boceta, lambia o meu cuzinho e me penetrou com os dedos. Ficou de lado fazendo isso por um longo tempo! A cada squirt que eu fazia em seus dedos e mãos ele abaixava para tomar! Ao longo dessa transa deliciosa com dedos, abri a sua calça, pois seu pau estava duro, muito duro durante o tempo em que me comia com os dedos e língua. Chupava-lhe enquanto ele me masturbava e tomava meu gozo.
Ao longo do tempo, tirou a calça, beijou-me, me deu alguns morangos e, então, colocou a camisinha e meteu na minha boceta. Me sentiu gozar e fazer squirts enquanto me comia com as pernas erguidas abraçando o seu quadril. Após algum tempo e depois de eu lavar os lençóis ele também gozou.
Ficamos deitados, conversando e rindo. Ele estava maravilhado comigo e com nosso encontro. Fui tomar uma ducha e voltei envolta na toalha. Ele estava sentado, me puxou para a cadeira e tirou minha toalha, elogiou meu corpo e seios, enquanto beijava-os e pressionava minha bunda. Beijou minhas estrelas, minha barriga e levou-me à cama de novo.
Ergueu minhas pernas e ajoelhado me chupou. Gozei mais vezes! Inúmeras vezes. Ele lambeu meu cuzinho e pediu, de um jeito deliciosamente fofo, se podia meter nele que, a tal "altura", já estava molhado de saliva e gozo que escorreu da boceta. Disse-lhe que sim, pois queria muito senti-lo "nele". 
Ele colocou o preservativo e, de lado, meteu no meu rabinho devagar, deixando que eu, com meu corpo, "engolisse-o" todo! Quando senti ele inteiro em mim fui ao ápice várias vezes, molhei minhas coxas gozando! Quanto mais forte eu pedia para ele meter, mais eu gozava. Não tardou para ele, assim, gozar também.
Depois de toda aquela transa intensa, ainda de lado, ele me abraçou, cheirou meu pescoço e acarinhou meu corpo inteiro. Pediu para eu tomar uma ducha com ele e eu fui! Tomamos um banho, voltamos ao quarto, comemos umas frutas, conversamos e rimos!
Claro, também terminamos a champanhe! Quando nos demos conta já havia passado o tempo combinado. Ele, elegantemente deixou o valor sobre a minha bolsa, incluindo os 30 minutos que excedemos (coisa que só vi em casa, pois não conto dinheiro).
Nos despedimos, ele realizado e eu também. Disse que vai tentar vir para cá novamente o mês que vem, pois, segundo disse, descobriu o melhor da cidade.
Eu vim pra casa realizada e relaxada!
Dormi como um anjo e acordei agora. Creio que tenha dormido a noite toda numa mesma posição, pois meu quadril e pescoço estão doloridos... Risos...
Bem, desejo para todos um lindo final de semana!
Beijos de luz!

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Sexo intenso e orgasmos deliciosos para começar bem a semana!

Boa tarde adoráveis leitores e leitoras!
Tive um delicioso reencontro agora ao fim da tarde. Estávamos desde a metade de dezembro sem nos vermos, logo, pendiam assuntos, risos e orgasmos!
A época de festas e meados de janeiro costuma ser cheia de eventos festivos em família, mas felizmente ele conseguiu vir me ver neste período.
Chegou animado, trouxe-me deliciosos bombons que comi antes mesmo de tirar uma fotografia da embalagem linda em que vieram! Ainda na sala nos beijamos e viemos ao quarto, trouxe os chocolates comigo, pois estava muito quente para eu deixar-lhes sobre a mesa da sala de jantar junto com Pequeno Bolota que estava deitado nela. (Algo incomum, diga-se de passagem!)
Chegando aqui nos beijamos e terminamos caindo na cama (literalmente). Ele ergueu meu vestido, arredou minha calcinha e começou a me chupar. Segurando a calcinha com uma mão, me devorava com a boca. Após me sentir gozar, então, tirou a peça íntima e seguiu me chupando, dessa vez usando a os dedos para me masturbar. Eu tirei o vestido que ficou preso na minha cintura. 
Ele acarinhava meus seios com as duas mãos enquanto me chupava, mas logo pediu para eu erguer o bumbum e, assim, terminou de tirar meu vestido. Tirou a calça e a camisa, virou-me de costas e chupou meu cuzinho, enquanto me masturbava. Quando ele foi tirar a cueca, pedi para ele deitar-se e o chupei. 
Ele estava muito excitado, quis fazer um 69, mas eu disse que queria chupá-lo mais enquanto ele olhava atentamente para minha boca engolindo o pau dele inteiro. Sentindo todo meu tesão, ele espichou o braço, pegou um preservativo e disse para eu subir nele!
Sentei naquele pau gostoso, gozei de imediato e, quanto mais sentia-o dentro, mais gozava e fazia squirts! Depois de um tempo assim, sentando com minha boceta no pau dele, consegui tirá-lo dela e colocar no meu rabinho!
Gozei mais e intensas vezes de forma que ele não conseguiu aguentar-se por mais de 20 ou 30 minutos comigo assim, sentando com meu cuzinho no pau dele. A tal altura eu estava trêmula de tanto gozar e desidratada de suor! 
Deitei ao seu lado, peguei uma água no frigobar e ficamos conversando e nos hidratando! O celular dele que estava programado para "despertar" após uma hora, acabou tocando/"despertando". Mal podemos curtir 10 minutos de conversa! Ele tinha um compromisso profissional na sequência, então tomou um banho e foi.
Após eu fui fazer um estrogonofe de frango, pois estava com vontade. Antes de comer pedalei e, então fui tomar um longo e demorado banho. 
Bem, desejo à todos um bom começo de semana!
Que seja linda!
Beijos de luz!

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Primeira grande noite de sexo do ano!

Boa tarde prezados leitores e leitoras deste mundo lindo!
Estive gozando de uma deliciosa preguiça de escrever nos últimos dias!
Todavia, tive ontem a minha primeira grande noite de 2019! Havíamos combinado o nosso encontro ainda a tarde, quando ele chegou ao hotel onde passamos a noite. Fui ao seu encontro tão logo ele se liberou dos seus compromissos profissionais. 
Cheguei ao quarto, ele me esperava com um delicioso champanhe! Conversamos por um bom tempo antes de nos entregarmos a beijos deliciosos e ao deleite que o sucede.
Ele abriu meu vestido, ainda em pé, beijou meus seios e desceu percorrendo meu corpo. Acarinhando-me inteira, dos pés aos cabelos e boca. Chupou-me e me fez gozar incontáveis vezes. Estava excitado, mas exitava em tirar a roupa. Tão logo tirou-a, fizemos um 69 delicioso em que eu gozei muito, muito na boca dele. Quanto mais o engolia, mais eu gozava. Ele acabou rendendo-se, depois de muito saborear-me e, terminou, por fim, gozando na minha boca.
Seguimos conversando sobre assuntos diversos, de livros e amenidades à política e desenvolvimento social. Rimos bastante, inclusive. Bebemos mais a nossa champanhe e, antes de descermos jantar, recomeçamos as carícias. Dessa vez, porém, desci chupá-lo para que ele não só sentisse, mas visse minha boca engolindo-o inteiro. Logo ele quis colocar a camisinha, sentei no pau dele, gozei e fiz tantos squirts que deixei-o molhado. Ele e a cama! Ficamos mais de uma hora transando até que ele gozou. 
Com as pernas trêmulas e suados, apesar do ar condicionado, fomos tomar uma ducha e jantar. Subimos, papeamos por mais um bom tempo e nos deitamos na parte da cama que ainda estava seca. De lado, ele começou a acarinhar meus seios sobre a camisola de renda e a me beijar lentamente. Fiquei excitadíssima com seus toques e, depois, beijos nos meus seios. Toquei o pau dele e estava latejando de tesão. Ele tirou a minha camisola e a cueca que vestia e veio me chupar. Chupou-me inteira, da boceta ao cuzinho. 
Eu o chupei enquanto ele, em pé, colocava a camisinha. Ergueu minhas pernas e meteu na minha boceta até me ver gozar, depois, ainda sobre mim e com minhas pernas erguidas, meteu no meu cuzinho. 
Gozei muito assim, sobretudo quando, a meu pedido, ele metia mais forte. Pedi para ele comer meu rabinho de quatro, virei e ele meteu. Acabamos deitados, com ele atolado em mim de costas. Foram muitos os squirts que fiz antes dele gozar.
Ficamos extasiados! Já era madrugada e hoje cedo ele pegava o avião. Tomamos banho e dormimos! Acordamos cedinho, não dava tempo para mais uma transa, embora fosse a nossa vontade. Vim pra casa, dormi um pouco e, ainda pela manhã, fui para a primeira depilação de 2019! Ontem, infelizmente não pude ir.
Com vocês a selfie da pessoa cansada, rumo à depilação, depois de horas e horas de sexo entre ontem e hoje:

Bem, agora vou assistir um filme. O ano, para mim, só engrena a partir do dia 07/01! A primeira segunda-feira.
Tenham todos um lindo final de semana!
Beijos de luz!

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Feliz 2019 (só para...)!








Feliz 2019 só para quem não fez arminha com a mão em 2018!
Feliz 2019 só para quem sabe que as eleições de outubro não eram apenas sobre política, mas sobre antifascismo. (Aliás, feliz 2019 só pra quem sabe o que é fascismo!).
Feliz 2019 para quem não apoiou, explícita ou tacitamente, o homem que tem torturador como ídolo.
Feliz 2019 para quem sabe que mulheres, negros e pobres irão morrer em maior número se houver mudanças no Estatuto do Desarmamento.
Feliz 2019 só para quem, apesar de não ser LGBTQ, pobre, imigrante, mulher, índio e negro, se preocupa com a sua sobrevivência e dignidade, pois pratica a empatia!
Feliz 2019 para quem sabe diferenciar “direitos” de “privilégios” e compreende o significado de Direitos Humanos!
Feliz 2019 só para quem estudou História e sabe quando ela torna a se repetir, mais: feliz 2019 só para quem sabe que nazismo é de direita e que não existe mais comunismo no mundo!
Feliz 2019 só para quem sabe que políticas econômicas neoliberais não deram certo em lugar nenhum!
Feliz 2019 para quem tem consciência de classe e sabe que não é da elite só porque ganha mais do que o seu porteiro e empregada doméstica.
Feliz 2019 só para quem se preocupa com o próximo e é anti-machismo!
Feliz 2019 só para quem sabe que nunca foi “contra a corrupção”!
Feliz 2019 só para quem avisou, assim como o Papa e a Madonna.
Feliz 2019 só para quem sabe que “doutrinação marxista” nas escolas e universidades brasileiras, "ideologia de gênero" e "socialismo no Brasil" são tão reais quanto unicórnios voadores e Papai Noel.
Feliz 2019 para quem pesquisa e se informa antes de acreditar no que lê na internet e recebe no WhatsApp!
Para os outros o ano certamente vai ser feliz, independente do meu desejo, afinal já ganharam muito dinheiro em 2018 sendo “caixa 2” e agora são laranjas do presidente eleito, pelo voto ou abstenção dos idiotas úteis brasileiros que ontem tomaram a sua última mamadeira de piroca distribuída pelo governo “pêtê”!
Sim, eu estou começando o ano saudando as pessoas e falando sobre Política e Fascismo.
Sim, eu sou acompanhante de luxo.
Mas, também sou especialista em Direito Constitucional, advogada há 14 anos e ex-professora universitária de mais de 7 disciplinas. Como dizem que não existe “ex-professora” faço valer o ditado e valho-me da minha didática sempre que questionada e, obviamente, nos meus livros e aqui no meu site.
(No MEU site!)
É um site que, a priori, fala sobre sexo? É, inclusive, mas eu sou uma mulher que vai muito além da sua libido.
De mais a mais, temos um Judiciário elitista e racista. De mais a mais somos o país que mais assassina LGBTQ do mundo. Somos o país que mais mata com armas de fogo também. De mais a mais somos o 5º país com maiores índices de mortes violentas de mulheres. A “guerra ao tráfico”, aqui, só mata negros pobres: os narcotraficantes poderosos estão “de boas”, alguns inclusive são “políticos” eleitos por um povo néscio. De mais a mais tem muita gente passando fome, dormindo embaixo da ponte e mendigando no Brasil para eu me dar ao luxo de não falar sobre Política, desigualdades sociais, feminismo, Judiciário vergonhoso e (in)justiça social.
Logo, sendo eu uma mulher livre e dona do seu nariz, se eu quiser transar citando o artigo 5º da Constituição Federal, falando sobre a crise do Neoliberalismo e sobre Estados de Bem-Estar Social capitalistas, eu o farei.
Aceite.
Cale-se.
Deixe de me acompanhar e ler.
Eu posso ser tudo, mas não sou imposto para ser obrigatória.
Brasília/DF, 1º de janeiro de 2019.
OBS.: As minhas fotos com Pequeno Bolota- meu filho mais novo e mais fotogênico que eu-, assim como as minhas fotos e as do primeiro brinde do ano (feito com clericot) estão aqui para amenizar o texto.


domingo, 30 de dezembro de 2018

Sobre os presentes ganhos na última quinta-feira de 2018 e um delicioso reencontro neste domingo!

Boa tarde gente linda que me acompanha!
Tive, há pouco, o provável último encontro de 2018.
Foi estupendo, tal qual o penúltimo, mas mais curto, vez que quarta-feira vivi intensas 4 horas.
Hoje, porém, o parceiro que reside há anos no exterior conseguiu liberar-se de sua família por uma hora e, tal qual ano passado, veio "gozá-la" comigo...Risos...
Estava saudoso e, ainda na porta, beijou-me com desejo! Chegando ao quarto, já estava excitado. Todavia, antes de despir-se, tirou meu vestido, colocou-me de bruços e me chupou inteira, enquanto elogiava minhas curvas.
Disse-me que me acompanha diariamente apesar da distância. Pedi para ele tirar a calça que ainda trajava e comecei a chupá-lo, ele "reivindicou" um 69! Fiquei sobre ele e quanto mais eu o engolia, mais eu gozava. A boca dele, além do pau, é de um talento formidável!
Ficamos assim por um bom tempo, até que ele disse que queria me comer. Esticou-se, pegou uma camisinha, colocou e veio sobre mim! Gozei e fiz squirts sentindo-o inteiro em mim. Mudamos de posição, fiquei sobre ele que não conseguiu segurar-se por mais tempo! Mas, certamente estávamos transando há mais de 40 minutos. 
Fui tomar uma ducha e depois ele. A esta altura já haviam lhe chamado no WhatsApp. Conversamos um pouco, tomamos uma água e ele teve que ir. De toda forma, tivemos uma deliciosa hora de sexo e prazer. 
Por falar em prazer, semana passada fui contatada por um adorável cavalheiro que desejava que eu fosse até ele, mas, por algumas razões "técnicas" inerente a este período de ano, não pudemos concretizar nosso plano. Todavia, quinta-feira ele pediu meu endereço e mandou-me alguns presentes, apesar de não residir em Brasília. 
Recebi um buquê imenso com 100 rosas vermelhas e, mais tarde, outros buquês, um urso de pelúcia lindo e uma Veuve Clicquot. Postei as fotos e vídeos dos presentes no meu Instagram!


O buquê gigante é estupendo, no vídeo que postei no @claudemarchi3 dá para admirá-lo mais!
Adoro surpresas e presentes, logo fiquei enternecida nesta última quinta-feira de 2018!
Sexta, porém, passei a tarde no salão de beleza. Num novo, desta vez, especializado em cabelos loiros. Eu queria mudar e optei por clarear. Fiquei 7 horas, cheguei em casa exausta à noite, porém descontente com o resultado. Achei demasiado claro e artificial e, apesar de ter pagado caro, achei muito estilo "puta pobre" aquele cabelo, logo sábado me dispus a alterar o que fora feito no outro dia. 
Eu não conseguia nem me olhar no espelho com aquele loiro champanhe gritante na minha cabeça! Ainda que eu tivesse que gastar o mesmo em outro salão eu gastaria, mas, ao fim da tarde conseguiram um horário e repararam o tom puxando mechas mais escuras para deixar do estilo que eu pretendia. Aproveitei e cortei, porque também acho vulgar demais cabelos longos com pontas "ralas"!...Risos...
O resultado ficou assim:
Ao longo dos anos e diante das minhas constantes mudanças de visual creio que já tive este tom de cabelo, mas agora ele está mais cuidado, pois a indústria cosmética evoluiu muito, não apenas no que tange a pele.
Como eu sempre digo: para mulheres que se cuidam os 30 são os novos 20 e os 40 são os novos 30! E nem precisa ser milionária! Basta misturar cuidados, uma genética boa (a minha é abençoada! Minha mãe tem 67 anos e não tem uma celulite. Os seios são quase tão firmes quanto os meus!) e bom humor. Não tem como ser uma mulher bonita e ter uma pele linda sem sorrir e gargalhar diariamente!
Bem, caso eu não volte aqui, desejo-lhes, desde já um excelente 2019!
Não esqueçam que cada dia é uma oportunidade para ser feliz e que nada irá mudar na sua vida se você não evoluir e agir. Muda o calendário, não a vida. Pra sua vida mudar você precisa querer!
Beijos de luz!