Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

domingo, 14 de outubro de 2018

Uma tarde de orgasmos épicos neste belo domingo!

Boa noite prezados leitores e prezadas leitoras!
Tive uma tarde esplendorosa com um reencontro aguardado há dias... Estou com as pernas bambas até agora, mas como os dedos da mão estão razoavelmente firmes, escrevo-lhes.
Quando recebi-lhe na porta, Zeus que estava esperando comigo resolveu sair "bordejar" pelo corredor. Tive que pedir para o cavalheiro pegá-lo. Meus felinos não arranham ninguém, por sorte! São ternos como a mãe humana deles... Risos...
Eu fiquei toda atrapalhada pela peraltice do gato e só lhe beijei no caminho até meu quarto, onde nos entregamos a beijos épicos! Ele abriu meu vestido comigo de costas para ele e acarinhou meu corpo inteiro entre elogios e beijos deliciosos. Assim que ele começou a tirar a roupa joguei-me na cama. 
Então ele deitou-se sobre mim, beijando meus seios e tocando minha pele, apenas após tirou minha calcinha e me chupou. Me fez gozar de imediato, afinal o tesão já estava em alto nível.
Ele deitou-se e eu o chupei, aproveitando cada pedacinho dele que sugeriu um 69! Gozei incontáveis vezes na boca dele enquanto o chupava. Acabei deitando ao seu lado, numa espécie de convite à penetração! Então ele colocou a camisinha e meteu na minha boceta, sobre mim. Gozei instantaneamente e também fiz squirts assim! Logo ele gozou também.
Suados, deitamos e conversamos bastante. Logo nossos beijos esquentaram e eu, faminta por ele que estava, tornei a chupá-lo! Ele então me tocou, me fez gozar de imediato e colocou a camisinha. Fiquei de quatro quase na beirada da cama e ele meteu na minha boceta assim. Tive inúmeros orgasmos nesta posição! Ainda assim (de quatro na beirada da cama), ele meteu no meu cuzinho! Uau! Perdi a conta de quantas vezes gozei! (Na verdade eu nem conto...)
Mudamos de posição, ele me comeu de lado, quase sobre mim e, após, sentei no pau dele com meu cuzinho. Foi uma transa épica! Estávamos banhados de suor ao fim! Tanto que meus cabelos que estavam úmidos quando ele chegou, viraram um horrendo ninho... Risos... Precisei de um banho para arrumá-los! Voltei, tomamos uma água e nos beijamos muito! 
Resolvi chupá-lo mais, muito mais! E entre excitação e chupadas, ele colaborou com a mão e terminou gozando na minha boca! Foi uma tarde realmente divina!
Depois ele tomou um banho, proseamos um pouco mais, mas, infelizmente ele teve que ir! Eu arrumei o quarto, escovei o Zeus e segui assistindo a uma série ótima que comecei ontem.
Desejo à todos uma semana deliciosa como minha tarde de domingo!
Beijos de luz, pois ela é necessária!

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Contrariando as probabilidades: um delicioso encontro em pleno feriado!

Boa tarde gente linda do meu Brasil!
Eis que temos feriado! Particularmente eu não sou fã de feriados desde que me tornei cortesã, pois comumente é um dia de ócio para mim, mas hoje, contrariando as probabilidades, tive um magnífico encontro.
Um novo e gato parceiro que, segundo disse e provou em atos, me acompanha aqui há meses! Ele me contatou ao fim da manhã e uma hora após chegou. 
Alto, magro, sorriso lindo, voz espetacular! Me deu um abraço terno, logo de imediato. Viemos ao meu quarto, ele elogiou minha aparência, disse que não esperava que eu fosse tão mais bonita pessoalmente e logo me deu um beijo na boca de tirar o fôlego!
Nos beijamos por longos minutos, caímos na cama, ele me ajudou a tirar meu vestido e me chupou muito, até me fazer gozar.
Depois ficou de pé e começou a despir-se, quando tirou a cueca eu comecei a chupá-lo! Ele estava extremamente excitado. Ele viu a camisinha sobre o frigobar, esticou-se e pegou! Colocou, ainda em pé, enquanto olhava meu corpo e tecia elogios a ele.
Acabou vindo sobre mim, me fez gozar e, depois, comigo cavalgando sobre ele, sentiu meus squirts, mas não se conteve e acabou gozando. Estávamos suados, pois foram muitos orgasmos e beijos ao longo da transa. 
Pedi licença para ir ao toalete e tomei uma ducha rápida. E gelada! Voltei, tomamos uma água e conversamos por um bom e delicioso tempo. Muitos risos e humor negro, pois só assim para suportarmos o país à beira do fascismo. 
Ele tinha um almoço da família para ir e, na sequência, tomou um banho e foi prometendo voltar o mais depressa possível, vez que estasiado.
Eu almocei, dormi um pouquinho e, agora, pretendo ler.
Tenham um lindo final de semana!
Beijos de luz!

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Depois do recesso um esperado encontro!

Lindas pessoas que me acompanham...
Depois de dias de descanso, tive hoje à tarde um doce encontro... O cavalheiro costumava vir todas as sextas, mas depois de um período de desencontros passamos a não combinar nossos encontros com antecedência e, assim, coincidentemente, estamos conseguindo nos ver com frequência praticamente semanal, em que pese não tenhamos conseguido nos ver antes da minha viagem semana passada.
No horário combinado ele chegou, tomou uma ducha após beijos carinhosos enquanto conversávamos sobre minha viagem. 
Quando veio, de pé em frente a cama, beijou meus pés e veio em minha direção. Tirei o robe que vestia e ele me chupou e masturbou até me fazer gozar. Depois, virei de costas, e ele seguiu me tocando e saboreando minhas curvas e sexo. Eu o chupei, mas logo ele colocou a camisinha.
Esfregou aquele delicioso pau na minha boceta, meteu nela e me sentiu gozando. Viramos e eu fiquei sobre ele. Entre enfiadas mais firmes e outras carinhosas eu gozei e ele também. 
Sucederam-se momentos deliciosos de conversa, carinho e um surpreendente sono!
Relaxei e curti cada segundo. Estava precisando de um encontro destes. Bem, desejo à todos um bom restinho de quarta-feira!
Beijos de luz... 

Sobre São Luís/MA!

Boa tarde pessoas queridas que me seguem.
Escreve-lhes aqui, uma gaúcha envergonhada. Uma sulista "vexada" pelos resultados destas eleições e, sobretudo, um tanto desesperançada pelo fascismo que vem dominando este país.
Fico, porém feliz porque eu estava no Maranhão neste domingo e é das fotos e do que experimentei lá que este post fala. Sobre política e fascismo eu falo mais nas minhas redes sociais.
Aproveitei muito o magnífico Hotel Luzeiros. Tirei fotos de alguns dos pratos que comi no café da manhã e do carpaccio excelente que eles fazem no restaurante Mearim:
(Carpaccio que saboreei no quarto, na tarde desta segunda-feira após passear pelo centro histórico, cujos vídeos irei postar assim que consiga)

 Carne de sol acebolada no café da manhã? Comi. E omelete com carne de sol e queijo coalho, também, quase todos os dias:
 O café filtrado era divino, tanto eu quanto minha amiga que ficou comigo de sábado até domingo à noite, adoramos!
Nosso passeio às Fronhas Maranhenses (Rapoza) foi ótimo. Conhecemos umas pessoas lindas e animadas no barco que faz o trajeto. Para minha surpresa a interação com muitos humanos foi super agradável... Risos...
Pessoas ternas, gentis e educadas. Não posto aqui para não expor-lhes neste site, é claro.
O local abaixo é chamado de "Fronhas" por ser uma espécie de "mini" Lençóis.



Lindo, não?!
O Sr. Joabe do barquinho que a minha amiga contatou é extremamente cordato e agradável. Degustamos ostras, peixe assado na pedra e cerveja gelada no caminho.
Teve selfies, claro!
As acompanhada estão no Instagram @claudemarchi3 as sozinha, abaixo:







 Levei um livro bem "suave" para reler, mas só o fiz quando minha amiga foi embora e na sexta-feira, antes dela chegar. (Chegou sábado de madrugada)
Aliás, Nietzsche sempre foi meu filósofo favorito, deixo a dica de leitura:

E, conforme prometido nos meus Stories naquela rede social, seguem os nudes comportadinhos...



Bem, eis acima o "resumo" fotográfico dos meus dias de recesso!
Mais tarde rompo o ciclo de dias de abstinência sexual... E, assim que o fizer, vocês ficarão sabendo, pois a minha vida é um livro/site/blog aberto... Risos...
Beijos de luz!

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

AVISO DE RECESSO.

Prezados, 
Estarei ausente de Brasília desta véspera de eleição até terça-feira, dia 09/10.
Beijos de luz!

Um delicioso 69 para animar minha véspera de viagem.

Boa noite prezados leitores e leitoras!
Tive um excelente encontro nesta quinta-feira, para esquentar minha véspera de viagem. Amanhã pela manhã sigo para o Maranhão e só retorno terça-feira.
O cavalheiro havia combinado comigo ainda ontem, todavia hoje confirmou e, na hora combinada, fui ao seu encontro no hotel.
Um cara muito jovem, em forma, lindo, muito lindo e com um belo sotaque estrangeiro. Esperava-me com um delicioso vinho branco. Nos beijamos de imediato, mas sentamos saborear o vinho e brindar ao nosso encontro.
Ele me disse que teria um curto tempo comigo, pois sucederiam compromissos profissionais. Todavia, ele não aparentava pressa alguma. Entre um riso e outro, tornamos a nos beijar e caímos na cama. 
Ele abriu meu vestido e me chupou até me sentir gozar. Se despiu e deitou-se ao meu lado, dizendo que queria me chupar mais, logo terminamos fazendo um 69. Eu sentia ele latejar na minha boceta enquanto eu gozava no rosto dele, entre uma deliciosa chupada e masturbação. Por ser alto, conseguia me chupar inteira! Não tardou para gozar na minha boca...
Brindamos novamente, mas logo seu celular "despertou". Tomei uma ducha, nos despedimos, ele, encantado, eu, satisfeita.
Agora vou assistir ao debate e dormir, pois amanhã acordarei cedinho.
Tenham todos uma boa sexta-feira e final de semana!
Beijos de luz!

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Um grandiosíssimo e esperado reencontro!

Boa noite gente linda que me acompanha!
Por falar em "linda" hoje eu tive uma companhia assim! Magnífica no quesito beleza, humor e educação. 
Eu estava saudosa, pois fazia um tempinho que não nos víamos. Fiquei "toda" feliz com o encontro, nem aguentei chegar ao quarto antes de lhe beijar e apalpar.
Aqui chegando, ele me colocou deitada, ergueu meu vestido e me chupou até me fazer gozar, inclusive me masturbando com um dedo na boceta e outro no cuzinho. Apenas após sentir meu gozo ele foi tomar um banho, afinal saiu do trabalho e veio ao meu encontro.
Deitou-se na cama, me beijou, saboreou meus seios e, tocando-me, me fez gozar de novo. Eu não resisti e chupei-o, antes de colocar a camisinha e sentar naquele pau delicioso! Gozei, fiz squirts e gozei de novo, várias, várias vezes.
Depois, de lado, rebolava sentindo ele na minha boceta. Comigo de costas, após eu gozar mais, pedi para ele meter no meu rabinho! Ele comeu meu cu metendo deliciosamente, me fazendo ter orgasmos e molhar minhas pernas, até que também gozou.
Sucedeu um bom tempo de ótima conversa e carinho. Nada como gozar da companhia de um belo homem intelectualmente lúcido! ("Gozar", literalmente...)
Ele foi embora, eu fui tomar uma ducha, vez que suada e descabelada! Agora vou seguir assistindo a 4ª temporada de The Affair que, aliás, está melhor formulada que as anteriores abordando temas como machismo, racismo, assédio, desigualdades sociais e inclusão. 
Tenham todos uma noite tão linda quanto minhas últimas duas horas!
Beijos de luz!

domingo, 30 de setembro de 2018

Duas deliciosas horas que me impediram de ir às ruas contra o #EleNão!

Boa tarde leitores e leitoras magníficos que me acompanham!
Eis que, não pude fazer história neste sábado junto com as milhares de mulheres que participaram dos encontros, mundo a fora, contra o fascista Bozonaro, pois tive um encontro delicioso de duas horas com um adorável parceiro que, sempre que pode, vem me visitar.
Não escrevi-lhes antes, pois estive sem notebook até agora.
O cavalheiro havia combinado comigo, ainda na sexta-feira um encontro, só não havia me dito que intencionava ficar duas horas comigo e, ainda, que traria uma deliciosa champanhe.
Assim que ele chegou viemos ao quarto e eu fui providenciar nas taças de cristal enquanto ele me aguardava. Abriu a bebida, brindamos, nos beijamos, conversamos muito, bebemos um pouco e tornamos a nos beijar!
Ele me fez virar de costas, sentada em frente a ele, e abriu meu vestido. Beijou meu pescoço, enquanto acariciava meus seios com as mãos. Sentia os mamilos duros e, então, pediu para eu ficar de pé, tirou meu vestido e calcinha, e me masturbou assim, na frente dele.
Depois, ele tirou a camisa, eu deitei e ele me chupou até eu chupar diversas vezes na boca dele. Deitou-se, tirou o restante da roupa e fizemos um 69. Ele estava com o pau latejando de tesão! Não se conteve e gozou na minha boca.
Bebericamos mais um pouco, brindamos ao movimento #EleNão e seguimos com beijos e carícias. Ele me chupou de costas, erguendo meu bumbum e chupando meu cuzinho. Eu alcancei-lhe a camisinha e pedi para ele me comer. Ele colocou e meteu na minha boceta comigo deitada e, depois, sentando sobre mim, quando eu quis que ele comesse o meu cuzinho. Ele meteu e me fez gozar muitas vezes!
Depois eu quis ficar de quatro, ele acabou sentindo os meus squirts e gozou  em seguida.Ficamos um pouco deitados e suados. Eu quis ir tomar uma ducha e ele outra, em seguida. Quando percebemos havia se passado duas horas e nossa champanhe terminou. Ele falou que tinha um compromisso e tinha que ir, mas que já veio "preparado" para essas horas.
Elogiou-me, como sempre e seguiu para seus afazeres. Eu terminei uma série e descansei.
Aliás, assisti duas excelentes séries na Netflix no últimos dias, a australiana Deep Water e a francesa The Florest. Indico ambas!
Bem, agora vou prosseguir com Line of Duty.
Tenham um lindo fim de domingo!
Beijos de luz!

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Sobre um encontro cheio de química e orgasmos...

Boa tarde gente bela que me acompanha!
Ontem fui contatada por um educado e charmoso cavalheiro que está de passagem pela cidade e não reside mais em terras tupiniquins. Haja vista que eu estava assoberbada e teria um encontro mais tarde, combinamos hoje.
Mais cedo ele me contatou, passei-lhe o endereço e pontualmente ele chegou. Eu estava secando o meu cabelo quando minha mãe me chamou dizendo que o porteiro havia interfonado...Sai correndo até a porta, toda atabalhoada...Risos... 
Abri e me deparei com um belo e simpático cavalheiro! Atrapalhadamente, como de costume, trouxe-o ao meu quarto onde nos beijamos e a química combinou. E como combinou!
Ele percebeu que eu estava sem calcinha por baixo de meu longo vestido e abaixou-se para me chupar. Uma boca certeira e deliciosa! Ajudou a tirar o meu vestido e despiu-se rapidamente. Chupou-me inteira, da boceta ao cuzinho, ajoelhado no chão, comigo em pé e de sapatos. Depois colocou-me de costas na cama e saboreou-me lenta e deliciosamente, me deixando louca de tesão. Eu gozei muito rápido na boca dele, ainda quando estava em pé...
Ele esfregou-se em mim, excitado que estava e me deixou ainda mais louca! Virou-me de frente e me fez gozar ainda mais na sua boca. Eu estava louca para chupá-lo, então pedi para ele deitar-se. Caí de boca nele, todavia, eu queria muito sentir aquele pau inteiro em mim, logo, disse para ele colocar a camisinha e meter em mim. Gozei e fiz squirts com ele metendo na minha boceta, sobre mim. 
Escorreu gozo pela boceta e cuzinho, molhando a cama. Ele me virou, chupou meu cuzinho e colocou o pau dele inteiro em mim. Gozei muito, fiz squirts, molhei minhas pernas e, logo, ele também gozou.
Ficamos conversando por um tempinho, mas infelizmente ele teve que tomar uma ducha para seguir rumo aos seus compromissos. Eu fiquei saciada e relaxada, lendo notícias. Nada como ter bons orgasmos antes de enfrentar a realidade do Brasil, não é mesmo?! Fazer sexo e beber bons vinhos: o nosso país nos obriga... Risos...
Bem, tenham todos um bom restinho de quinta-feira!
Deixo-lhes uma foto que postei no Instagram (@claudemarchi3), sem filtro, pois desnecessário... Risos...

Beijos de luz!

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

O melhor do prazer (físico e psíquico) ao fim desta tarde de quarta-feira!

Boa noite prezados leitores e leitoras de todas as "querências" que me acompanham!
Eis que hoje tive um encontro magnífico com um cavalheiro adorável que, graças a vários inoportunos desencontros, há tempos não nos "curtíamos"! De regra nos encontrávamos nas sextas, mas mudamos nosso "itinerário" com o tempo.
Hoje, apesar de tentar se conter, ele não conseguiu (e nem eu desejava!) e, antes de tomar uma ducha, ele me deu os presentes que trouxe para mim: o meu perfume preferido (Good Girl da Carolina Herrera- que há meses uso especialmente quando nos encontramos) e um livro de uma das minhas autoras feministas prediletas.
Coloco a foto, pois merecida, haja vista a minha alegria nesta tarde!

Nos beijamos acaloradamente tão logo abri a porta do apartamento e, logo depois no meu quarto, antes de ele ir tomar um banho, pois estava desde manhã com seus trajes de trabalho. Eu fiquei esperando-o na cama, de vestido e com uma calcinha branca que, sei, ele adora. Então ele foi tomar um banho excitado e voltou assim... Inspirado e deixando-me louca de tesão e vontade de abocanha-lo e senti-lo em mim! Mas, quando voltou do banho, beijou-me e me chupou até eu gozar. Uma, duas e mais vezes.
Colocou a camisinha, me fez gozar e fazer squirts nele. Todavia, me disse que queria comer o meu cuzinho e nele gozar. Eu usufrui de cada segundo dele em mim e, quando ele meteu no meu rabinho, de lado, também gozei. Rapidamente e praticamente junto com ele!
Ficamos curtindo o momento e conversando por bons e deliciosos momentos, dentre os quais falamos sobre amenidades, política, aberrações como o candidato que chamo de #EleNão (afinal, não merece ser nominado de outra forma) e outros assuntos menos abjetos. Ele tornou a me fazer gozar me tocando e me chupando, todavia, após uma hora, precisou ir.
Lastimei, mas, aproveitei, com ele, cada minuto e, tão logo ele foi embora, curti um bom banho, "babei" sobre os meus presentes e abri um delicioso vinho italiano.
Bem, agora, conforme é "de lei" em minha quarta-feira, assisti Grey´s Anatomy com mamãe e irei dormir.
Tenham todos uma linda noite...
Beijos de muita, muita, muita luz!

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Orgasmos, suor e prazer intelectual para animar a segunda-feira!

Boa tarde lindas pessoas!
Acabo de ter um encontro com um dos doces cavalheiros que eu tenho como parceiro desde 2016!
Um lord lindo que estava há um tempinho sem me visitar, mas que hoje logo cedo me contatou, todavia eu tinha depilação e manicure, logo, conseguimos nos encontrar apenas agora à tarde.
Normalmente ele vem aqui com roupas leves, de malhar, hoje estava muitíssimo bem trajado, pois foi se exercitar pela manhã. Haja vista que Zeus e Pequeno Bolota invadiram a cama para dormirem, nesta madrugada, com o fito de não deixar sua roupa cheia de pelinhos, alcancei-lhe os cabides...Risos...
A vontade de conversar sobre política era grande, mas o tesão e a saudade eram maiores, logo, beijei-lhe e ele me despiu enquanto me tocava e masturbava, de pé, contra a parede.
Depois colocou-me deitada e me chupou, me fazendo gozar muitas vezes. Eu o chupei e, na sequência, entre toques e beijos ele colocou a camisinha e meteu na minha boceta, sobre mim. Eu gozei assim e de quatro, quando ele oscilava entre o forte e o suave. Comigo de quatro colocou no meu cuzinho, eu gozei, mas acabamos mudando de posição e ele veio sobre mim. O calor rompeu um pouco o clima e acabamos dando um tempo para tomarmos uma água! 
Ele tomou uma ducha e depois aproveitamos para conversar! Conversamos bastante e, antes de eu ir tomar um banho, beijei-lhe. Ele me disse, abraçando-me que eu não precisava ir, com beijos e toques me masturbou, me fez gozar e, de fato, "convenceu-me" de que a ducha poderia esperar...Risos...
Chupei-o e, depois de colocar a camisinha, ele meteu na minha boceta. Uma transa fantástica. Gozei bastante e ele terminou gozando também. Desta vez, cansada, fui tomar uma ducha e voltei, depois ele foi. Conversamos um bom tempo sobre as mazelas da política atual, o anti-petismo insano e o candidato fascista e abjeto que, infelizmente, encontra eco na sociedade brasileira.
Depois de um bom papo ele foi para casa e eu fiquei, plenamente realizada para uma tarde de segunda-feira!
Que todos tenham um início de semana leve e gostoso como o meu!
Beijos de luz!

domingo, 23 de setembro de 2018

Para começar bem a semana...

Boa noite lindas pessoas!
Depois de dias de descanso, apenas hoje fui ter um novo encontro, um reencontro! Foi ótimo dar um "gás" neste domingo pacato!
Um adorável cavalheiro que há poucos dias veio conhecer-me teve, no início desta noite, uma folga e veio ao meu encontro. Estava saudoso e, ainda na porta, beijou-me com tesão!
Viemos até meu quarto, ele colocou os seus pertences ao lado da cama e me fez sentar. Ajoelhou-se, arredou minhas pernas e me chupou até eu gozar na boca dele. Uma boca deliciosa, diga-se de passagem! Eu tirei meu vestido e fiquei deitada enquanto ele se despia, todavia, ao vê-lo nu em minha frente fui até ele e o chupei!
Excitado, pegou uma camisinha, colocou e veio sobre mim. Gozei e fiz squirts com ele metendo em mim nesta posição e de lado, quando arredei o pau dele- melado com meu gozo- e coloquei no meu cuzinho.
Rebolei naquele pau duríssimo, gozei muito e seguidas vezes! Ele não se conteve e acabou gozando no meu cuzinho.
Chegamos a suar ao fim da transa! Tomamos uma água, conversamos bastante, mas logo ele teve que ir para um jantar.
Vou assistir a um filme e descansar a beleza!
Tenham um bom início de semana!
Beijos de luz!

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Um estimado reencontro!

Boa noite gente linda do Brasil e do mundo!
Eis que tive, nesta noite, um reencontro com um adorável cavalheiro que estava em Brasília. Comumente ficamos duas horas juntos no hotel em que ele costuma hospedar-se, mas hoje ele não ficou em hotel, pois seguia viajem.
Logo, usufruímos de uma mísera horinha aqui em casa!
Conversamos muito, inclusive enquanto ele tomava uma ducha. Típica cena que eu não vivenciava desde que me divorciei, em 2010... Risos...
Todavia, o sexo que sucedeu ao nosso tempo de conversa foi fantástico!
Ele me chupou e me fez gozar incontáveis vezes! Terminamos fazendo um 69 delicioso antes de ele colocar a camisinha e vir sobre mim.
Gozei e fiz squirts nesta posição e, depois, sentando no pau dele. Depois que, literalmente, "viramos" e eu fiquei sobre seu belo corpo, ele logo gozou. Aproveitamos o curto tempo que ainda tínhamos, antes dele chamar o Uber, conversando sobre as tragédias atuais, mormente sobre o racismo que faz com que a polícia confunda guarda-chuva com espingarda. Claro, quando a vítima, além de negra é pobre, pois os 450 kg de pasta base de cocaína do "helicoca", pelo visto, foi "confundido" com farinha vez que a história acabou em pizza.
Arre, é tanta notícia desagradável que, cada vez mais, a gente constata que a ignorância é uma benção!
Bem, vou seguir assistindo série com minha mamãe, como fazemos toda quarta-feira!
Tenham uma linda noite!
Beijos de muita luz!

domingo, 16 de setembro de 2018

Uma deliciosa hora na companhia de um lindo e delicioso cavalheiro!

Boa noite gente linda!
Tive uma tarde assoberbada, posto que tive que fazer umas compras no shopping com minha mãe.
Cheguei e, ao invés de dormir para descansar a beleza, resolvi pedalar. Sorte a minha, pois sempre coloco o celular no modo avião quando durmo e, enquanto eu pedalava, um lindo homem me contatou. Bonito, educado e objetivo. Combinamos e, dentro de 40 minutos, ele chegou. 
Lindo, alto, educado! Chegamos ao meu quarto conversando e ele elogiou minha aparência, disse-me, em outras palavras, que ficou estarrecido com minha beleza quando abri a porta.
Beijei-lhe e notei que além de lindos lábios carnudos, o cavalheiro beijava muito, muito bem. Em minutos eu estava nua, de salto e em pé, enquanto ele me tocava. Ele ficou de cueca, colocou-me deitada, beijava meus seios e me admirava. Virou-me de costas, beijou, chupou e se deliciou com meu corpo. 
Deitou-se ao meu lado depois de tirar a cueca. Chupei-o intensamente. Pedi para ele me comer, então alcancei uma camisinha e sentei naquele deliciosíssimo pau! Gozei de imediato e, em seguida ele se entregou ao prazer também.
Conversamos, mas logo tornamos a nos beijar! Beijos viciantes os dele que logo ficou excitado e, depois de colocar a camisinha e comer minha boceta erguendo minhas pernas na beirada da cama, meteu no meu cuzinho comigo de costas! Gozei várias vezes e fiz squirt com ele sentado em mim, todavia ele ficou tímido, pois estava suado. Deitou-se ao meu lado, me tocou e me fez gozar mais vezes, então eu pedi para ele tirar a camisinha e o chupei! Ele "colaborou" e acabou gozando na minha boca! 
Uma delícia!
Conversamos um pouco, fui tomar uma ducha e, logo ele teve que ir. Eu fique extasiada e feliz por ter conhecido um homem tão interessante, sexy e gostoso na véspera de uma viagem (vou amanhã para São Paulo e volto terça-feira cedo).
Bem, com certeza terei uma ótima noite de sono!
Tenham uma linda semana...
Beijos de luz! 

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Um reencontro de duas horas para animar a minha noite de quarta-feira!

Bom dia pessoas adoráveis!
Estou com problemas na minha internet aqui em casa. Again! Logo, ontem à noite não consegui postar o relato das minhas deliciosas duas horas na companhia de um delicioso parceiro que estava há um tempo sem vir à Brasília, mas, para minha alegria, ontem "marcou presença".
Chegando ao quarto do hotel ele me esperava com um espumante. Conversamos, brindamos, nos beijamos e nos entregamos ao prazer!
Após nos despirmos ele me pediu para colocar minha boceta na cara dele que me chupou até me fazer gozar. Diversas vezes! Depois fizemos um 69 delicioso em que ele me chupava e enfiava um dedo no meu cuzinho. Depois outro, até que eu pedi para ele me comer. Mudamos de posição, peguei uma camisinha e ele meteu no meu rabinho de quatro. Fiz squirts e gozei muito!
Ele cansou de ficar em pé, deitou, tirou a camisinha e repetimos a dose do 69, mas paramos quando meu braço começou a doer (esta semana estou tendo sintomas de LER de tanto escrever). 
Nos entregamos, deitamos e ficamos conversando por um bom tempo. Quase terminamos a garrafa de espumante, creio eu. Resolvi tomar uma ducha e voltei. Ele me beijou, me chupou e quis me chupar mais num 69, mas eu disse-lhe que queria me concentrar no oral nele. 
Então chupei-o até ele gozar na minha boca! 
Fui tomar outro banho e já estava na hora de eu voltar pra casa. Chamei o Uber e voltei, satisfeita e animada. Assisti uns 2 episódios de Seven Seconds (série americana, muito boa!) e dormi o sono dos anjos.
Bem, cheguei da manicure e vou almoçar agora.
Tenham todos uma quinta-feira linda!
Beijos de muita luz!

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

De Grey´s Anatomy à minha falta de empatia com fascista.

De Grey´s Anatomy à minha falta de empatia com fascista.
Vamos falar de Grey’s Anatomy? Não, não vamos. Sou muito fã da série que já assisti por duas vezes da primeira à 14ª, mas me valho desta “cena” do 9º episódio da 4ª temporada (“Crash Into Me”- parte 2) para falar sobre opinião, ódio e democracia, assuntos muito falados após a “violência” sofrida pelo inominável. 
Primeiramente vou falar da minha integridade. Há anos eu fiz uma postagem no meu Facebook em que falei que Alckmin e companhia eram opções políticas, o abominável esfaqueado não, porque um homem fascista que, em 27 anos como deputado teve 2 projetos de lei aprovados não é político. Um cara que emergiu nas redes sociais disseminando ódio à minorias não é opção política, mas sim daqueles que encontram no seu ódio e preconceito uma espécie de representação. E, tenho para lhes dizer que, para mim esses seres não são nem gente. 
Se eu mudei de opinião após a controversa facada? Obviamente, não! Então, amiguinho, a minha total despreocupação com o cidadão não se relaciona a desrespeito à democracia e etc.. Eu apenas desconfio de toda conjuntura do fato, mas, ainda que minha desconfiança seja vã, fato é que, apesar de ser contra toda a forma de violência, eu não valorizo a existência de quem já disse isso: 
“Eu sou favorável à tortura, tu sabe disso”; 
"Não vou combater nem discriminar, mas, se eu vir dois homens se beijando na rua, vou bater”; 
"Deveriam ter sido fuzilados uns 30 mil corruptos, a começar pelo presidente Fernando Henrique Cardoso”; 
“Seria incapaz de amar um filho homossexual. Prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí.”; 
“Pinochet devia ter matado mais gente.”; 
“Eu fui num quilombola em Eldorado Paulista. Olha, o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada! Eu acho que nem para procriador ele serve mais. Mais de R$ 1 bilhão por ano é gastado com eles"; 
“O filho começa a ficar assim meio gayzinho, leva um coro ele muda o comportamento dele."
Sendo assim e valendo-me da cena da imagem afirmo que compactuo com a franqueza do O'Malley e não com a grandeza da Bailey (a “mulher negra”). 
Quem dissipa ódio não tem a minha compaixão, pois o mundo não precisa de gente assim. Quem luta contra preconceitos, por outro lado, tem o meu respeito, consideração e empatia! Então, me dê licença Sra. Hipocrisia, pois eu vou passar! 
Estou bem cansada de extremos, da esquerda do ódio e da esquerda hipócrita que está desde quinta-feira passada querendo mostrar-se muito "superior" à extrema direita valendo-se de um discursinho meloso que me soa falso, além de chato. 
O infeliz que "esfaqueou" aquele senhor deve responder a um processo criminal se for constatada a autoria do fato e a sua imputabilidade penal. Por outro lado, não, eu não tive, em nenhum momento, "peninha" do cidadão. Propagar ódio como ele propaga é de uma maldade extrema! Várias crianças e homossexuais são agredidos e até mortos graças ao discurso desse candidato. Ele despreza mulheres e negros!
Ele é um fascista e eu não vou negar nunca que eu acho que o mundo seria um lugar melhor sem ele e pessoas como ele. Tá decepcionado comigo? Chora. Pode chorar, mas não venham defecar discursinho pacifista “paz e amor” nos meus ouvidos. Obrigada.
Cláudia de Marchi
Brasília/DF, 10 de setembro de 2018.

De dicas de série a um reencontro fantástico na manhã de segunda-feira!

Boa tarde gente amada!
Esqueci de contar-lhes que assisti a uma série bem legal neste feriado: Paranoid. Está na Netflix e recomendo!
Aliás, fiz um post recentemente no meu Instagram (@claudemarchi3) com as 5 séries europeias pouco "aclamadas" que assisti nos últimos meses. Por uma questão de lealdade vou colocar aqui para vocês:




Bem, ficam as sugestões! Todas elas me agradaram, especialmente Tabula Rasa.
Eis que para começar bem a minha segunda-feira, logo após colocar um macho escroto em seu devido lugar, tive um reencontro delicioso!
Ele me contatou logo após eu tomar meu café e, em menos de 40 minutos chegou. Lindo e cheiroso, tal qual como estava em nosso primeiro encontro.
Nos beijamos e caímos na cama. Ele tirou a roupa e abriu meu robe. Entre toques e beijos, pulamos o sexo oral e logo ele colocou a camisinha e meteu na minha boceta. Gozei seguidas vezes assim e, depois, sentada no pau dele.
Fui à loucura com ele no meu cuzinho, de lado e, depois, de costas metendo e me beijando ao mesmo tempo. Eu pedi para ele me comer de quatro e desta forma, comendo meu rabinho, ele gozou. 
Deitamos suados e papeamos por uns minutos. Fui tomar uma ducha e voltei para beber água. Logo que fiquei em pé me senti meio tonta... Risos... Muitos orgasmos, gasto de energia e calor!
Ele foi tomar um banho, vestiu-se e, quando já estava todo arrumado para seguir com seus afazeres nos beijamos novamente! Ele ficou excitado, eu tirei o robe e, nua, comecei a chupá-lo na beirada da cama.
Ele apreciava a "vista" e eu o pau dele inteiro na minha boca. Então ele se ajoelhou e me chupou, mas acabou colocando a camisinha e metendo na minha boceta para me fazer gozar ainda mais. A meu pedido, tirou a camisinha e gozou na minha boca!
Uau, que bela manhã de segunda-feira!
Ele se "arrumou" novamente, fez um carinho no Zeus quando chegamos à sala e seguiu para seus afazeres profissionais. Eu, por minha vez, almocei e descansei a beleza! Depois separei uns vestidos que preciso levar amanhã na costureira.
Bem, desejo que todos tenham uma semana tão linda quanto o começo da minha semaninha!
Beijos de luz!

domingo, 9 de setembro de 2018

Encerrando uma semana tranquila com sexo esplendoroso e sacana!

Prezados leitores e leitoras! 
Eis que, contrariando as probabilidades, haja vista que tive uma reação alérgica a uma pomada dermatológica, tive um reencontro épico nesta linda noite de domingo!
O saudoso e adorável cavalheiro não vinha ao meu encontro há uns meses, todavia, hoje conseguimos passar duas horas juntos. Duas horas que passaram num piscar de olhos de tão deliciosas que foram!
Ele me esperava de camiseta e cueca. Na ausência de uma carta de vinhos, pediu cerveja. Conversamos, nos beijamos, bebemos e rimos bastante antes de, na cama, matarmos a saudade que nos matava. Entre beijos e toques, tirei meu vestido e chupei aquele pau delicioso, cheiroso e duro! 
Ele me chupou, colocou o preservativo e meteu na minha boceta me fazendo gozar e ter incontáveis orgasmos! A meu pedido, porém, gozou na minha boquinha.
Fui ao toalete, lavei-me e ele voltou a usar a sacadinha para fumar enquanto, desta vez, eu bebia uma cerveja sentada numa das cadeiras existentes no apartamento. Entre muitos assuntos, nos "demos" a "intimizar-nos" ainda mais: eu e ele, apesar de não sermos petistas, somos "lulistas"! Jamais pensei que ele compactuasse com meus ideais de justiça e equidade, mas compactuamos. Nestes tempos de ódio e ideais neoliberais "furados" por parte de uma classe média limitada e desprovida de consciência de classe, o bom senso e a solidariedade social me excitam e inspiram!
Logo me inspirei e, apesar de termos muito em comum e a conversar, entreguei-me sexualmente àquele tesão imensurável. Todavia, ele havia pedido mais bebida e logo chegaram. Ambos estávamos de banho tomado e, assim que ele recebeu o serviço de quarto, seguimos de onde paramos.
Eu me despi e ele meteu em mim após colocar a camisinha. Divertiu-se com meu gozo, tanto sobre mim quanto comigo sentada em seu pau, apertando-o e molhando-lhe todo! O tesão foi tanto que, quando ele foi gozar, preferiu tirar o preservativo e encher minha barriguinha de porra! Realmente, uma visão excitante. Deliciosamente excitante!
Ele, então, foi tomar um banho e eu outro, na sequência. Conversamos bastante e não tardou para eu ter que descer e vir para casa.
Ora, ora! Estou tendo um final de feriado inesperadamente magnífico!
Que todos tenham um início de semana tão delicioso quanto o final do meu domingo!
Beijos de luz!

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Quinta-feira estranha e os R$ 1.300,00 que recebi de um "bolsominion" surtado após tomar um fora!

Boa noite pessoas lindas!
Depois do meu encontro terça-feira à noite passei  ontem super relaxada e com deliciosas dores musculares na coxa e bumbum! (Sinal de sexo intenso...)
Hoje, porém, estive mais animada e, ao fim da tarde, um cidadão muito lindo e educado me abordou no WhatsApp. Resolvi combinar um encontro com ele.
Chegou aqui em casa no horário que combinamos, cara jovem, cerca de 35 anos, divorciado e fisicamente mais bonito do que nas fotos. 
Chegando ao meu quarto o beijei e adorei: química excelente, beijo delicioso e mãos certeiras. Todavia, ele quis tomar uma ducha antes de cairmos, pois, segundo ele, havia tomado banho antes de ir trabalhar e teve que ir em vários locais ao longo do dia. 
Enquanto ele colocava a bela roupa que trajava no cabide que lhe alcancei, conversávamos e ele resolveu me contar sobre a "facada" do Bolsonaro, coisa sobre a qual eu já havia lido e, ainda, escrito no meu Instagram (@claudemarchi3) e Facebook. (Sou avessa ao Twitter).
Maldita ideia o gostosão foi ter! Engatou o "bolsominion" e desceu ladeira abaixo reproduzindo um discurso vitimista e fascistoide na defesa do seu ídolo de forma que o meu tesão foi ao fundo do poço e quis descer um pouco mais. Logo, após ele explicitar seu fanatismo em breves segundos, segurei seu braço e disse-lhe que o encontro não prosseguiria.
Ele ficou chateado, mas aceitou. Eu disse que ele não precisaria pagar-me nada e ele também aceitou. Enquanto ele colocava a camisa, os sapatos e a calça (a cueca não havia tirado) peguei uma água e lhe ofereci. Ele não quis. Quando estávamos chegando até a porta do apartamento e ele resolveu ter um pequeno "surto".
Abriu a carteira, tirou o valor atinente às duas horas que, segundo ele, era o tempo que e pretendia ficar comigo (rapaz meio estranho, afinal, havia me falado em uma hora, mas...) e colocou sobre a mesa da sala de jantar dizendo que uma "esquerdista" que é "puta" merecia a "caridade" dele. Saiu, bateu a porta e eu corri fechar, por medo de ele se arrepender da caridade...Risos...
 Afinal, medo de apanhar de macho escroto na minha casa eu não tenho, até porque minha mãe estava na cozinha e existem câmeras, mas uma caridade dessas, não se tem todos os dias, né?! R$ 1.300,00 pra nada?! Daí eu fiquei pensando quem de nós dois é burro, porque eu abdiquei de alguns orgasmos com o sujeito da "casca" bonita e ele, bem, ele perdeu "o sexo" e um dinheirinho que ajuda bastante uma "pobre" como eu... Risos...
Essa foi a piada do ano na minha vida!
Receber dinheiro para ser chamada de "esquerdista" e "puta" foi ótimo!
Agora vou assistir a uns filmes e iniciar minha "programação" do feriado: fazer nada!
Desejo à todos um feriado e final de semana com ofensas remuneradas por apoiadores de fascista, tal qual foi meu início de noite nesta quinta-feira!
Beijos de luz!

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Do jantar ao início da madrugada: um delicioso reencontro na noite de terça-feira!

Boa noite prezados leitores e leitoras!
Eu desapareço, pois o número de idiotas só cresce no mundo, mas eu volto, afinal, sempre existem exceções à qualquer regra.
Hoje tive um dia "agitado" para os meus "moldes". Pela manhã tive consulta médica, depois depilação e cabeleireiro. Como não podia deixar de ser tive dor de barriga antes de sair de casa, por prever que passaria o dia longe do meu "porto seguro", todavia minha mãe esteve comigo a tarde toda e nos divertimos muito no salão com pessoas conhecidas e adoráveis.
Hoje à noite fui jantar com um cavalheiro que eu não encontrava há um bom e pesaroso tempo. Nosso reencontro foi delicioso, do vinho e papo as horas de beijos, carinho e sexo.
Chegamos ao hotel já tarde, nos beijamos deliciosamente e, antes de ir tomar uma ducha, ele me beijou as pernas e pés. Enquanto ele tomava banho tirei o vestido e fiquei só de sandália e calcinha.
Durante um bom tempo ele me chupou inteira e me sentiu gozar diversas vezes em sua boca. Eu o chupei com o mesmo tesão incontido!
E ficamos nos deliciando um com o outro assim, antes de ele colocar a camisinha e, sobre mim, meter na minha boceta. Gozei incontáveis vezes, molhei-o com meu gozo sentando no pau dele e sentindo-lhe inteiro na minha boceta e, depois, com minhas pernas erguidas, metendo no meu cuzinho.
Acabei ficando de lado e, enquanto metia no meu rabinho roçava o corpo na minha vulva, causando-me uma excitação e orgasmos incríveis! 
(Eu continuava de salto, diga-se de passagem!)
Acabei virando de costas e ele meteu no meu rabinho de costas até gozar. Ficamos extasiados e contentes, deitados por um tempo, até recomeçarmos as carícias, eu chupar-lhe mais e ele colocar a camisinha e meter na minha boceta delicada e deliciosamente, fazendo-me gozar aos poucos e me olhando nos olhos, curtindo, tal qual eu curtia, os segundos.
Gozei algumas vezes, mas ele estava exausto e, como disse, "teve" que me "deixar" vir... Risos... Tomei um banho e, enquanto ele tomava uma ducha, me hidratei e "organizei" a cama para ele, pois a parte em que estávamos estava molhada de gozo.
Agora, realizada estou "preparada" para uma boa noite de sono junto com meus gatinhos!
Tenham todos um belo restante de semana!
Beijos de luz!

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Eu não preciso ser "salva", tornar-me acompanhante de luxo foi a minha "salvação"!


Hoje pela manhã fiz um post com algumas das fotos inseridas abaixo no meu Instagram (@claudemarchi3). Na verdade eu havia separado 15 prints dos últimos dias 8 dias, mas só pude postar 10 imagens lá, sendo que nenhuma havia sido postada anteriormente. Para o pessoal compreender facilmente o "cerne" de tal postagem (meu direito de ser seletiva, de calar-me ou de responder "de acordo" com a abordagem) eu fiz u
ma espécie de "código" nas fotos:
👎=esteticamente desagradável, ainda que gentil/👍🏼=bonitinho, mas ordinário).
A regra é que eu não responda quem não me atraia, exceto se o cidadão aparentar ter menos de 18 ou mais de 70 anos, desde que não seja grosseiro ou faça pergunta estúpida. E, ainda assim existem os infelizes cujo ego de cristal quebra com um “block” e depois tentam me “ofender” na internet como o sujeito que virou piada no meu Facebook e Instagram na semana passada e que ganhou o "oscar" da machoescrotice do mês: o "Feio DDD 91" que depois de me abordar foi bloqueado sem resposta e ressurgiu usando o seu próprio Instagram (depois me chamar de "feminazi" e outras bobagens com um perfil falso) para tentar me ofender, expondo a coitada da esposa e da filha pequenina. 
Eu não deleto nenhum contato, pois posso precisar “dele” judicialmente em caso de difamação ou injúria virtual, ademais eu tenho certa “memória eidética”: uma vez visto, costumo não me esquecer, sobretudo de rostos! Todavia, o "Feio DDD 91" fez valer a frase de minha mãe: “quem desdenha quer comprar” (em que pese, no caso dele e de outros tantos, ainda que pude$$e, não conseguiria sem uma rinoplastia e uma lipo de papada). Vejam o fiasco:


Enfim, sou uma dama e comumente eu só respondo em 3 casos: a) machoescrotice evidente; b) homem que me atrai e é educado; c) cara bonito e educado que já me procurou antevendo um encontro, mas deu “balão”. Vejam:








Ah! Depois que me tornei acompanhante de luxo aprendi que os homens acham que toda mulher neste meio é nômade, porque a exceção dos homens inteligentes a maioria dos cidadãos, inclusive os "bonitinhos, mas ordinários" me perguntam onde eu "fico" ou onde "estou", como se eu não tivesse residência fixa. Sinal de menosprezo, um dos filhos do machismo e do preconceito, logo, me anojo e bloqueio como fiz com o sujeito da "tarja verde" aqui:


Sim, eu sou o cúmulo da seletividade. 
“Chata”? “Enjoada”? Me chame do que quiser, eu sei que sou perfeccionista e precifiquei minha hora para que eu possa aproveitar e lucrar, mas também porque quero ser a melhor companhia para o cavalheiro que vem até mim. A melhor que ele já teve na vida! E eu não conseguiria dar mais do que um “sorriso amarelo” para 98% dos homens que me procuram, porque sim, eu leio até as frases colocadas no WhatsApp, vejo nelas uma boa forma de descobrir como o cidadão pensa, se é bolsominion, crentelho ou algo afim. Eu “julgo” sem conhecer? Sim, claro que sim! E intuo, intuo muito! "Deusmelivre" de me expor a algum risco que poderia ser evitado com um “gerenciamento de circunstâncias” básico. Pode me chamar de “chatinha”, mas se você não faz o que faço, fique sabendo que você não tem legitimidade nenhuma para me criticar, baby! N-E-N-H-U-M-A! 
Sobre frases, eis um exemplo:

O cidadão com a “tarja preta” ali acima me contatou há meses dizendo que fui “indicada” (não me interessa se foi por algum conhecido ou por algum fã/leitor). Homem bonito, mas que não me procurou no momento “aprazado” e ressurgiu na noite desta quinta-feira aparentando ser um cara que queria “afogar o ganço” em qualquer “lagoa”. E isso me anoja, pois eu gosto dos que me desejam, “me” leram, me querem, não dos que só querem pagar por sexo sem saber quem é a mulher famosa e/ou bonita com quem trocará suor e saliva! Eu não curto caras que não se informam bem sobre a seletividade da mulher e não se importam de ficar com alguém que já “teve” umas 6 transas no dia, enfim: gosto dos que não querem o que até uma boneca inflável “oferece”!
Enfim, eu sei que a sociedade ama clichês: a história da jovem rebelde e imatura que saiu de casa para se prostituir e bancar seus luxos, que foi ao ápice da riqueza e ao fundo do poço e, reergueu-se sendo "salva" pelo amor de um homem, pela igreja ou "coisas" assemelhadas. A minha história não é, não "pretende" ser e nem será sobre imaturidade, sobre ganância, sobre vontade de ostentar, sobre deslumbramento, sobre "salvação". Eu me tornei acompanhante depois de refletir, depois de viver altos e baixos no mundo jurídico, depois de relacionamentos amorosos abusivos, depois de me conhecer bem o suficiente para saber que eu não quero um casamento, uma relação baseada no comodismo e sustentada em aparências. Não quero ter filhos, não quero que um homem me sustente e queira "cuidar" de mim. Ser acompanhante de luxo foi a minha salvação e não a minha derrocada. Eu me cuido e eu me salvei com muita reflexão, análise e, claro, coragem para ir de encontro à hipocrisia, aos 34 anos de idade.
De mais a mais eu tenho o direito de ser criteriosa! Se isso avilta ou irrita a sociedade é porque há muito preconceito a ser superado! Machismo, perpetrado até por mulheres! Ora, foi-se o tempo em que ser cortesã era “falta de opção” de mulheres desesperadas, em que ser esposa/mãe era obrigação e que “puta” era uma marginal que tinha que aceitar todos e fazer tudo para agradar-lhes! Posso ficar milionária e continuarei sendo cortesã enquanto eu tiver libido, porque não conheço nenhum homem que me mereça “de graça” (hoje eu sei que nunca nem conheci!) ou me desperte mais amor do que o que tenho por ser livre! Balzaquiana, quarentona, cinquentona: tendo saúde e libido continuarei exercitando a minha sexualidade assim, com a mesma seletividade e, claro, incomodando aos tacanhos! Sempre e com prazer. Literalmente!
(Bem-vindo ao mundo da Cláudia de Marchi. Está incomodado? Retire-se, porque aqui ninguém fica por "obrigação", nem eu mesma!)
Cláudia de Marchi
Brasília/DF, 31 de agosto de 2018.