Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

quinta-feira, 14 de abril de 2016

QUINTA-FEIRA A TARDE: DE UM CLIENTE GOSTOSO AOS AMENDOINS!

Boa tarde gente linda!

Estou aprendendo a ser mais maleável na minha profissão, para alegria de vocês! Atendi um cliente em casa hoje! Morro de vergonha das zeladoras, dos meus vizinhos e das faxineiras, mas, de vez em quando, pretendo aceita-los em meu “home sweet home”! Verdade seja dita que não faço nada desonesto né!? Não minto, não engano. O que é bem comum na advocacia, por exemplo. E isso sim é desonestidade. Há muito tabu em torno desse oficio de escort, mas, por favor gente! Pior que isso é sair transando sem camisinha a torto e a direito com qualquer um por aí né?! E olha que a maioria das mulheres faz isso. Como vocês que me acompanham sabem, eu sou chata demais pra ter feito isso com frequência. Fiz uma vez e terminou em namoro.
Enfim, passada a raiva com o pub e seu péssimo atendimento por parte unicamente da gerencia ontem à noite, tive um dia excelente! Organizei meu apartamento, pois minha mãe está mandando mais caixas com livros e mais roupas. Eu fixarei residência aqui e dentro de três meses quero alugar um apartamento da região sudoeste ou em melhor localização, até lá espero ter alguém de confiança para avalizar-me o contrato. Aqui onde estou, na Vila Planalto, não é ruim, é na Tamboril, bem em cima e não lá no meio da vila ao qual fui levada por um motorista do Uber por falha no GPS. Achei terrível, feia, desorganizada, sem estilo e arquitetura. Mas aqui onde moro é legal, perto de restaurantes simpáticos, todavia quero trazer minha mamãe e principal incentivadora para cá e meus dois gatinhos, logo, precisarei de espaço e maior conforto.
Bem, um dia de cada vez, já dizia o viciado em drogas em reabilitação... (Risos...). Tive um cliente excelente hoje à tarde, ótimo no sexo oral. Fizemos de tudo um pouco e finalizamos com um anal bem feito que me fez gozar rapidamente e o cliente “veio” (gozou), após. Cidadão que mora na cidade há mais de 20 anos, inteligente e bem informado. Gosto de pessoas assim. Homem que une um pênis gostoso, com uma língua talentosa no sexo e dedos espertinhos com um cérebro atraente tem lugar reservado no meu coração e no meu céu, digo, cama. Ademais, esses são os que melhor sabem beijar! Dava pra ficar uma semana beijando esse cliente, de tão bem que ele beijava.
Bem até agora apenas o terceiro não me beijou calorosamente e ainda transamos nos fundos da loja dele. Poderia ter sido melhor o encontro de ontem à tardinha, mas quem escolheu o local foi ele, então... Só me resta calar. De toda forma, gozar eu gozei. Não tanto quanto com o de hoje. O quarto cliente que inaugurou o meu quarto! ...Risos...
Hoje, se ninguém marcar nada ficarei em casa assistindo seriados. 
Gente me ocupem sexta e sábado à noite! Não achei nenhum show de rock na cidade pra ir. E me recuso a sair em bares como o de ontem, onde parece que o garçom é amigo intimo de alguma das garotas e quis espantar a concorrência nova no “meio”. Euzinha, no caso. Bem, conseguiu, não piso mais no “pub zoninha” do hotel. Que não indico para nenhuma garota de nível ir, menos ainda para vocês prezados e gostosos machos que circulam pela belíssima capital do DF.
Aliás, meu adorável cliente me disse que não gosta daqui, porque acha sem opções culturais. Tomara que eu não venha a lhe dar razão né?! Mas pra mim que estava no interior do MT, estou amando aqui! Mas fiquei triste de não achar nenhum show interessante! Liguem-me pra dar dicas se quiserem viu?! Sou toda atenção pra vocês!
Bem, vou tomar uma cerveja e comer meus amendoins antes que estraguem, é complicado não ter companhia! Convido o próximo cliente a vir comer amendoim comigo e etecetera e tal. Segue fotinho gostosões e gostosonas!
Gosto de Bohemia, Heineken e da mexicana Dos Equis (XX)!
Beijos me liguem!


Simone S.- 61 99964081

Nenhum comentário:

Postar um comentário