Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

sexta-feira, 15 de abril de 2016

QUINTO CLIENTE: ENCERRANDO A SEXTA-FEIRA COM CHAVE DE OURO!

Boa tarde pessoal!

Hoje foi um dia corrido pra mim! Tive que ir em dois bancos, um para sacar o presentinho dado pelo meu futuro cliente ásio-americano adorável. Depois fui ao shopping num salão fazer as unhas e, então, meu cliente de hoje que havia telefonado para mim pela manha e não foi atendido, vez que esqueci o celular em casa, me contatou pelo whatsapp, SMS.
Atendi ele em torno das 16 horas aqui em casa. Um lindo, lindo, lindo homem de descendência asiática e excelentes gostos! Um lord eu diria! Daqueles que, no meio da transa você pensa: "Nossa, que mulher de sorte esse cara tem!".Um sexo oral primoroso, tato, jeito e beijo que...só por Jesus...risos! Aliás, excelente "pegada" para o anal!
Desde mais jovem eu gosto de homens mais velhos, pois como filha única só convivi com pais e tias mais velhas do que eu! Até meus gostos musicais são bem de "décadas passadas", até porque não se fez mais muita coisa de boa no rock, na MPB e por aí a fora, salvo raríssimas exceções! 
Eu não perguntei a idade do cliente, mas acho que devia ter entre 40 e 50 anos, grisalho, barba, linda boca e nariz! Um homem como poucos e, realmente, deve ser um excelente marido e companheiro, a julgar pela inteligência! Ah, a mulher dele é bem ciumenta...do tipo que fareja cheiros estranhos, logo, por pedido do cliente não passei perfume, nem creme, ou nada "cheiroso"! 
Tá faltando a mulherada descobrir que o que mantém o gado é o pasto e não a cerca. Bem, eu não sou das pessoas mais saudosistas! Sabe, aquelas que dizem "bons tempos em que os casamentos duravam pra sempre", "bons tempos em que se remendava e não se jogava fora"... Ah, gente, que hipocrisia! Zonas sempre existiram e homens sempre as frequentaram. "Durava pra sempre"à custa da submissão feminina e da infidelidade masculina. 
Em minha opinião o prazo de validade do casamento vence quando o tesão morre, quando o comodismo impera, quando o cuidado, a atenção e os beijos quentes são substituídos por "assim tá comodo, ela é tão boa pessoa". Bem, mas isso eu penso né?! E meu pensar é o de menos de 1% das mulheres. 
Se você perde o ânimo pra fazer um sexo caloroso com o marido, para dar e receber carinhos, querida, você precisa saber que ele vai procurar fora. Por que? Por que é fácil? Não, porque homens, como as mulheres, precisam de afeto, carinho, conversa e sacanagem! Sim, as mulheres também precisam de bons orgasmos e safadezas, mas o machismo que elas reproduzem fizeram-nas
criar o projeto "meu filho, minha vida" para esquecer quão importante é ter orgasmo, daí tem filhos e focam neles! Ou na carreira, ou nos netos, ou no shopping, ou na comida, ou na paranoia com corpo, academia e etc.. Sublimação, diria Freud. Elas sublimam o sexo e o prazer, porque por anos isso era o "correto" a fazer.
Agora vou fazer um lanche e descansar um pouco, ler quem sabe! Estou muito interessada em sociologia! Amanha vou atrás de uma livraria! 
Ah, meu cliente me deu R$ 100,00 (cem reais) a mais no programa de uma hora, para me ajudar a comprar um celular melhor. O aparelho que tem meu número 61 é péssimo! (Ele o viu). O número 66 é pós-pago, iphone, outro nível! Hahaha! Vou tirar uma foto do celular que 61-9996 40 81! 
Pensando em melhor atender, liberei o Whatsaap: 66 9959 04 40, ok?! Assim que eu conseguir comprar um aparelho melhor "61" lhes comunico!

P.S.: Atendi em casa de novo! Não quero que ninguém no condomínio saiba, afinal as pessoas tem preconceito com este ofício. Como se sexo tornasse alguém moralmente inferior.

Moralidade e sexualidade em nada se relacionam, mas a gente vive num País em que nove em dez pessoas não sabe conjugar verbo, não diferencia "mas" de "mais" e nem sabe o que significa "pedalada fiscal", por exemplo, então eu acho melhor evitar fofocas e olhares deploráveis de quem se acha paladino da moral ilibada! ...Risos...

Acho que as moças que cuidam podem estar desconfiando, mas hoje dei uma barrinha de chocolate Kopenhagen que comprei no shopping pra cada uma! Agora vou inventar que sou terapeuta holística de homens. Vai que cola né!?

 Se não colar, dane-se! Ninguém vai pagar por mim os quase dois mil reais que pago por uma kitnet minúscula! Da qual pretendo sair em três meses para um apartamento melhor localizado.

Beijos e bom final de sexta-feira para vocês! Abaixo a foto do dito cujo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário