Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

sábado, 7 de maio de 2016

FOTOS e "SERMÃO".

Como sou contatada diariamente para responder sobre valores e o que "faço" (em que pese tudo isso esteja no site www.acompanhantesdebrasilia.com.br, que, a exceção da inversão que está equivocadamente inserida dentre o que curto, trás absolutamente tudo sobre mim) e aqui também, vamos lá? Você tem fantasia de transar enlouquecidamente com uma mulher que gosta de sexo? Esta eu realizo! Vide abaixo juntamente com fotos os RELATOS DE CLIENTES NO SITE GP GUIA. Oral sem camisinha, vaginal, anal e tudo com beijo na boca. Não atendo casais, swing, não faço inversão (não "penetro" homens, nem com o dedo, só faço beijo grego), não transo com outra mulher junto, não tenho conhecidas no meio e não desejo. Trabalho sozinha. Topo mais de 2 homens e voyeurismo, transo na frente de pessoas, mas sem que participem. (Se for homem, tudo bem! Minha fase lésbica ficou nos meus 10 anos de idade.) Antes de "fazer" tudo gosto de clientes polidos, educados e objetivos. 
Chegou me chamando de "gostosa", "delícia" e palavras afins, eu fujo pela tangente. Sacanagem se faz, não se fala. Vulgaridade se vive sem roupa e entre quatro paredes e não no "verbo" e em conversas de WhatsApp. Falar sacanagem na cama? A-D-O-R-O! Mas só durante o ato, não no galanteio. Leiam o texto sobre diferença entre cortesã, o que sou, e prostituta, antes de fazer papel de babaca e ser ignorado e bloqueado. Não sou uma acompanhante "convencional", exijo bom e respeitoso trato e só apenas assim terei tesão em você! Do contrário, e se eu não tiver isso, NÃO  lhe atendo. Perco dinheiro, mas não a finesse, e o brio. Estou nessa pelo meu prazer, não só pelo bolso. Por isso não olvido em ignorar pretensos clientes. 
Menos de 30 dias de experiência me mostraram que os homens que precisam "quebrar o clima", conhecer antes e mimimi a fim são os que menos gostam realmente de sexo e me fazem gozar. Os bons de língua, de pegada, de inteligência e cultura são os que "descontraem" durante e após a transa. Quanto mais me incomoda no WhatsApp, pior o desempenho na prática. Os melhores marcam e vem "descontrair" e "quebrar o gelo" nos meus beijos e comigo. Ah, os melhores beijam muito e garantem a melhor transa que já tiveram. E com uma mulher poliorgasmatica. SOU MULHER PARA HOMENS QUE GOSTAM DE MULHER! (Gostam assim, em "caixa alta"). Beijo, anal, vaginal, oral sem camisinha e finalização onde quiser, eu faço com muito, muito gosto! Gosto disso. Tem tudo aí pra trás no blog, mas tem quem tenha preguiça de ler. Valores: R$ 500,00 a hora, pernoite das 23:00 até às 07:30: R$ 2.500,00, dai em diante adicional da hora normal. Valores para viagem: à combinar, sendo a regra R$ 1.500,00 por dia e despesas pagas. Sexo com dois homens: R$ 1.500,00 à hora. Homem, não travesti. E, uma dica: a satisfação no encontro depende de quem contrata. Clientes que não gostam de beijar: PROCUREM OUTRA ACOMPANHANTE. Cliente que só quer fazer sexo anal, sem o vaginal (tem desses!): PROCUREM UMA TRANS OU TRAVESTI, no fundo você não gosta de vagina. Cliente que não gosta de FAZER SEXO ORAL: SAIBA, ao menos, BEIJAR E USAR OS DEDOS. Cliente que quer me contratar por mais de uma noite: SÓ O FAÇA SE FOR CULTO, porque eu gosto de conversar e ninguém fica ininterruptamente transando. Abaixo fotos:











Um comentário:

  1. Gostei Simone vou add no whatsapp. Lá converso melhor com VC. Bjs!

    ResponderExcluir