Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Pseudotutorial: de filme pornô, comentários inúteis barrados, sexo oral e pressão na cabeça da mulher- dicas para elas e para eles.

Boa tarde galera!

Hoje me dediquei aos cuidados com a pele do rosto, bem como fiquei horas na assistência da Apple para ver porque meu wifi não está funcionando! Terei que gastar R$ 2.500,00 para substituir o meu aparelho (iphone 6) por outro, vez que a assistência não arruma isso. Aff! Só daqui uns dias, muitos gastos!
Ah, alugarei um apartamento pra minha mãe aqui no condomínio para ela poder procurar com tempo uma casa mais confortável, talvez com piscina e aqui nas redondezas, afinal, apesar da desordem inicial, o bairro é próximo a tudo e já tenho massagista, cabeleireiro, depiladora, “bronzeadora” e etc., tudo aqui!
Enfim, a minha conta de telefone celular por conta da excessiva contratação de internet vem na média de R$ 500,00 mensais. Estranho que lá em Sorriso eu tinha wi-fi em casa e isso nunca ocorreu! Aff! Fiz meu tratamento facial, comprei outros produtos pra pele no Conjunto Nacional e, agora à tardinha tenho massagem e em seguida um interessantíssimo novo cliente para atender!
Já me masturbei 4 vezes desde que cheguei pensando nele! Deus me livre de ele ter outra ocupação!

Ah, uma NOVIDADE: Como devem ter observado, para comentar aqui  na página é preciso se “associar” ao site/blog. Assim ex, esposa de ex, ex-pseudo-amiga recalcada, macho rejeitado (eu consigo definir e saber bem o tipo de cidadã ou cidadão que me escreve, muito bem!) e gente invejosa e mal amada de todas as “querências”” perderam seu entretenimento orgástico gerado pelo anonimato virtual (arma dos covardes desocupados e broxantes): tentar me ofender, macular minha paz ou fazer com que eu deixe de achar que sou o que sou: linda, inteligente, doce e gostosa!
Modéstia a parte, franqueza em alta! Risos...

Gente, ontem eu falei sobre sexo oral e estava me lembrando daqueles machos que ficam empurrando a cabeça da mulher contra o pênis. Meu ultimo ex-namorado fazia isso, nossa, era broxante! Outro dia um cliente fez isso e, (assim como fiz com o ex para o qual, infelizmente, “rasguei” meu valor transando de graça) olhei pra ele e disse: “Eu sei chupar, não empurre a minha cabeça”. O cliente disse “é que dá tesão” e eu respondi: “Só pra você, baby!” e continuei dando um chá de língua, lambida, estocada na garganta e pressão do membro do sujeito. Mostrando pra ele que quem “manda” É A DONA DA BOCA!..Risos...

Eu gosto muito de chupar, de saborear o pênis do homem, as bolas, curto fazer beijo grego inclusive (falarei mais dele noutro momento). Sei meter na garganta, e tudo o mais. Claro que uns são sensíveis na cabeça do membro, outros mais na intensidade, todavia, um cara atolando o pau na tua goela além de broxante corre o risco de fazer você colocar a última refeição fora. Em cima do pintinho do metidinho a “pica das galáxias” que assistiu muito filme pornô e não sabe foder.

Sim galera, esses filmes com mulherada gritando, socando lubrificante e etc., 200 estocadas por minuto podem fazer gozar uma vez, não mais que isso. O RESTO É FINGIMENTO! Eu mesma adoro pegadas brutas, mas não o tempo todo. Tem que ter compasso até na transa, gente! O universo da filmografia pornô objetifica a mulher e a coloca ao dispor do macho, por isso que raramente nos excitamos assistindo.

Bem, eu não me excito assistindo nada nem ninguém: NO SEXO OU EU SOU PROTAGONISTA, ou eu leio um livro e durmo!

Enfim mulherada descontente com as atitudes do seu parceiro, vocês tem 3 soluções: a) silenciar, fingir que esta “de boa” e saber que ele vai procurar fora; b) dialogar, interagir, tomar um bom vinho e falar “about” ou, se nada adiantar; c) mudar de homem né?! Acreditem, tem aos montes por aí! Se você for emocionalmente inteligente, bem resolvida e independente afetivamente (se não for procure um psicólogo) verá que não precisa de um macho a tiracolo pra ser “mais mulher”.

E você, amigo homem, como fica o seu tesão em empurrar a boca da mulher contra o seu super pênis? Vá falando pra ela como você gosta! O tal do “lero, lero” sacana é mega útil! Diga, “chupa a cabecinha”, “mete, isso mete ele todinho”, “vai amor, assim, assim, mais rápido” e etc.! Se quiser se masturba enquanto ela lambe suas bolas! E TÁ LIBERADO SEGURAR A CABEÇA DA PARCEIRA, se você sabe que ela, como eu, adora engolir a sua porra. Neste momento, diga-lhe “vou gozar” pegando forte nos cabelos dela pra ela guardar toda a sua porra na boca. Depois vale ela abrir a boca pra te mostrar tudinho e engolir com desejo!

Broxante mesmo é cuspir fora! Bem, isso já é coisa de mulher que não gosta da “coisa” (foda sacana e despudorada) e sobre isso eu não vou emitir opinião.

Então, eis aqui mais um “adendo” ao tutorial sobre sexo oral!
Continuem acompanhando-me suas devassas e devassos gostosos!

O PRÓXIMO TUTORIAL É SOBRE SEXO ORAL FEMININO: AQUELE QUE O HOMEM DEVERIA SABER FAZER, MAS NEM SEMPRE SABE!

Beijos de luz!

Cláudia/Simone.

Nenhum comentário:

Postar um comentário