Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

terça-feira, 21 de junho de 2016

Sobre o encontro "no" Goiás: do pequi à "pepeka" assada!

Bom dia povo lindo!

(Já, já responderei aos doces novos comentários recebidos).
Tenho que lhes contar como foi minha segunda-feira e inicio de terça em Pirenópolis com o cliente que reside fora do Brasil.
A priori: que cidade encantadora, apaixonante! Ficamos na pousada da Villa do Comendador, muito linda, elegante e confortável, fica a recomendação.
Quanto a este assunto (recomendação), quisera eu poder “recomendar” à esposa do cliente para ela aproveitar mais o luxo de homem que tem em casa! Realmente, têm quem não valorize a sorte que tem na vida! Claro que casamentos se desgastam com os anos, mas, nunca esqueçam: a libido masculina, de regra, jamé!
Não está contente mais com a “pegada” do esposo? Dialogue com ele! Não gosta mais de transar? Procure um médico. Não gosta mais do sexo com ele? Largue-o ou se torne uma corna feliz e conformada. A escolha é sua, Darling!
Alto, bronzeado da praia, corpaço, aparência de uns 40 e pouquinhos anos, sorriso perfeito e um pênis igualmente perfeito! Ele chegou a gozar 6 vezes numa das transas. Eu? Incontáveis, inúmeras. O orgasmo do parceiro, ainda que nem sempre na minha boca e nunca "dentro", costuma despertar o meu sequencialmente, então, se eu já tenho multiorgasmos normalmente, imaginem com um cidadão com este “ânimo”!
Ele mora no exterior há três décadas, mas me encontrou numa matéria que saiu no jornal da sua cidade “natal” aqui no Brasil. Na verdade, veio nutrindo admiração e desejo por mim desde que me viu, acho que isso justificou tamanha bombástica química.
Transamos após um longo papo no bangalô assim que nos encontramos, fomos almoçar e saboreamos um delicioso risoto, regado a cerveja e caipirinhas deliciosas! Gamei no pequi “descascado”! 
Ele me trouxe de onde reside o La Vie Est Belle, meu perfume preferido da Lâncome e um batom lindo da Chanel (43- La Favorite). Ah, o "comercial" deste perfume tem 100% a ver comigo, coloco aqui o vídeo para assistirem: 

Como eu não havia levado biquíni, compramos um numa loja, voltamos à pousada, mais multiorgasmos de ambos, depois, inicio da noite fomos para a piscina aquecida, bebemos uma champanhe e voltamos ao quarto para nos arrumarmos e jantarmos.
Tomamos um vinho, pegamos outra garrafa e voltamos ao "quarto" (belíssimo por sinal, abaixo a foto da vista. A única que tirei, vez que meu celular ficou longe de mim o dia todo). Enfim, nem mesmo o teor etílico elevado prejudicou a transa! Gozei inúmeras vezes ontem na boca dele, inclusive. Além da delicia “grandiosa” do pênis a “atitude oral” do lindo moreno era fodástica!
Eu adoro fazer sexo oral, inclusive depois de tirar a camisinha gozada, logo, me diverti muito com a ereção quase constante dele!
Fora o sexo, tudo o mais foi “tristemente” perfeito. Acontece de “sairmos” temporariamente do corpo com alguém, confesso que voltar causa um pouco de dor. Mas, como diria um ex-namoradinho que tive, muito “filosofo”: “a gente só não se acostuma com a fome e o frio”. ... Risos...
Por falar nisso, estou com um pouco de febre e não irei trabalhar hoje. Darei uma entrevista a um jornal gaúcho que, logo revelo o nome pra vocês! Ah, a produção do programa do Danilo Gentilli me contato para participar do programa, mas a minha resposta silenciosa foi "a la" Glorinha: “Não estou disposta”. Motivos? Quem me acompanha nas redes sociais sabe, em que pese minha mãe goste dele e do programa, eu acho ele cômico e bom no que faz, mas divirjo em alguns pontos. Ética e coerência acima de tudo né gente!?
Eu não sou do tipo que faz tudo por mídia e dinheiro. Careço admirar minimamente meus clientes e o meio de comunicação de imprensa, inclusive e principalmente, apresentador ou jornalista, antes de colocar-me à sua disposição.
Vou responder a vossos comentários e descansar um pouco: não nego que minha fofa “pepeka” está um pouco “assada” depois do excesso de sexo ontem e hoje pela manha! Bem, quase transamos dentro da piscina em frente ao bar. E ao curioso garçom. Quase, tá gente?! Começou a esfriar o clima. Não o nosso, o do “tempo” mesmo e a fome apertou.
O que acabou de acontecer “aqui” comigo, vou comer um empadão pirenopolino indicado pelos meus queridos (um casal) companheiros de viagem que curtiram muito a pousada paga pelo meu cliente e, pelo visto, também “rebolaram” o corpinho no álcool e na cama na noite de ontem!
Ah, não chegamos a fazer anal, não por falta de vontade, mas pelo "encaixe" frontal muitíssimo bem sucedido. Ontem à noite não tínhamos mais energia!
Adoro ver casais que, mesmo juntos há anos, se dão bem e se “pegam” com paixão!
Pegada apaixonada, nada melhor!
Até logo,

Beijos de luz!


11 comentários:

  1. Kkkkkkkkkk. .... Vc é o máximo. Pós graduação em Marketing? ???????? E escreve muito bem de quebra. É pra acabar mesmo. Sou mineiro e consequentemente muuuuiiiiiiiittttttooooooooo caipira. Hahaha. Bjos de mel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina se tivesse, mas acho que nem minha intenção é "marketizar", eu conto com detalhes mesmo, o mérito deles é dos clientes e da minha sorte! Risos...Beijos de mel mineiro!

      Excluir
  2. Olá, Simone. Parabéns por tudo e, principalmente, por si mesma.
    Tenho um blog erótico em Portugal - «a funda São», em http://blog.afundasao.com - e adoraria se me autorizasse a publicar alguns dos seus textos e fotos no meu blog, pois parece-me que seria bem bom para abrir mentes, muitas delas retrógradas, sobre o erotismo e a sexualidade. Sempre, claro, bem identificada e com um link para o seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada autorizadíssima! Cite a fonte (este site) e autora com nome verdadeiro, Cláudia de Marchi! Beijos!!

      Excluir
    2. Como se diz em português de Portugal, fixe. Isto é, legal (que, por aqui, quer dizer dentro da lei, mas isso vocês sabe melhor que eu, né?)
      Quando eu começar a publicar, informo-a.
      Obrigada. Ou, como se diz na minha terra, do interior, e eu prefiro: bem haja.

      Excluir
  3. Adoro ler seus textos... acho que meu nível intelectual não e muito elevado mas gostaria de lhe fazer uma pergunta. Você acha que seu blog incentiva a prostituição?.Bjs e parabéns pela atitude.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite prezado. Acho que incentiva a valorização feminina em quaisquer modalidade: sexo por sexo ou sexo por dinheiro. Todas devem se valorizar. Não pretendo fazer mulheres venderem seus corpos, mas se assim elas desejarem, que não deixem de valorizarem-se!

      Excluir
  4. Simone,fico muito feliz que tenha recusado o convite do Gentili, com todo aquele machismo dele, ele não saberia admirar sua independência e força feminina. Amei a coerência!
    Tenho acompanhado seu blog, adoro ler suas estórias, pra mim é como assistir uma série, entro no seu mundo, imagino sua vida, os prazeres sexuais e o prazer que você sente em ficar sozinha e aproveitar o descanso do lar.
    Hoje pensando nas suas histórias e me tocando, tive orgasmos, minha cama ficou molhada.
    Obrigada por isso! Você é maravilhosa.
    PS: sou uma mulher

    ResponderExcluir
  5. Olá Simone gosto muito dos teus post acompanho todos. Vc e uma mulher fina, inteligente, muito bem informada e vivida. Parabens pela sua atitude.

    ResponderExcluir
  6. Olá Simone gosto muito dos teus post acompanho todos. Vc e uma mulher fina, inteligente, muito bem informada e vivida. Parabens pela sua atitude.

    ResponderExcluir