Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Dia da preguiça, mas com uma boa transa à tarde!

Boa noite gente!

Amanheci extremamente preguiçosa hoje!
Desmarquei a manicure pela manha e marquei para a tarde.
Fui ao Boulevard, estava fazendo minhas compras no mercado quando recebo uma ligação no celular de um número de São Paulo.
Atendi, a voz era extremamente gostosa e o homem direto e objetivo. Perguntou se eu poderia ir a determinado hotel atende-lo em uma hora.
Preferi atende-lo mesmo com as unhas “por fazer” e deixei a manicure na mão. Nem tive tempo para desmarcar desta vez! Odeio tal indelicadeza, mas hoje cometi este pecado. Paguei minhas compras e vim correndo pra casa com o Uber. O motorista desceu com minhas compras e ficou do lado de fora me esperando. Em 15 minutos eu havia tomado banho e me vestido.
Infelizmente não pude nem arrumar os cabelos!
Chegando ao hotel estava lá um educado, charmoso e muito bonito homem! Magro, belos cabelos e, sobretudo, sorriso. Conversamos um pouco, me despi e, ainda de calcinha, fiquei me esfregando nele!
Fiquei excitadíssima e ele também. Fiz sexo oral nele e, então ele me puxou pra cima. Tirei a calcinha e continuamos nos “amassando”. Transamos e ambos gozamos!
Assim que ele gozou eu limpei com minha boca o pau dele!
Seguimos conversando e fique de lado, de costas pra ele! E, assim fizemos mais uma vez! Sem anal ontem e hoje... (lágrimas mais nobres que as do Eduardo Cunha escorrem pela minha face!)... Risos...
A seguir o celular dele começou a receber mensagens, ao ver o horário estava quase na hora de eu ir e ele também tinha afazeres profissionais. Pagou o valor devido mais o deslocamento e vim embora!
Tomei banho, fui à massagista e cá estou!
Acabo de pedir uma porção de calabresa acebolada que um local aqui no bairro serve, é muito boa!
Vou assistir seriados, ler e tentar dormir cedo. Como toda noite né?! Desligar o meu cérebro é uma tarefa difícil. Não é tão fácil quanto me fazer gozar! Mas, bem, antes ter orgasmos do que sono! Risos...
Bem, sem mais novidades por hoje!
Amanha infelizmente meu cliente de toda sexta terá compromisso, não o verei. Marquei manicure para o meio dia e pretendo ter algum cliente gostoso e inteligente para atender!
Beijos de luz!

4 comentários:

  1. Parabéns vc simplismente arrasa!!
    Se todas mulheres fossem assim como vc nossa classe teria mas valor!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Arianne, se dependesse de mim, todas seriam! Porque valor a gente tem, o que a gente precisa é impor o nosso valor e sambar na cara de quem nos desrespeita, diminui ou menospreza!

      Excluir
  2. Simone admiro sua inteligência, atitude, audácia...enfim admiro sua essência. Gostaria de saber se poderíamos conversar, por email ou whatssap, não quis ser indelicada sem antes perguntar se vc esta disposta a me "ajudar" e rever alguns conceitos e até me descobrir como mulher, já que sou uma jovem de 20anos disposta a me satisfazer assim como vc. Porém falta-me dimdim pra pagar uma psicóloga para ter a quem contar e esclarecer dúvidas.




    Milhões de desculpas se fui "sem noção" em comentar isso, preferi perguntar antes de importunar-te pelo telefone. Beeeijos lindona!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite!
      Querida, por e-mail é melhor, posso demorar, mas quando eu responder o farei com calma!
      Obrigada pelos elogios e me disponho a te ajudar no que eu puder, ainda que seja respondendo seus questionamentos!
      O e-mail é claudiademarchi.adv@hotmail.com
      Super beijo!!!!
      P.S.: NÃO foi sem noção, pelo contrário, foi ADMIRAVELMENTE BEM EDUCADA! Obrigada! Beijos!

      Excluir