Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

domingo, 11 de setembro de 2016

Domingo: das unhas (vermelhas) à duas horas seguidas de sexo e uma de bons diálogos!

Boa noite gente linda do meu coração!

Depois de dois dias de folga, séries, família, pessoa mal amada me perseguindo, sono e descanso em meu lar doce lar, hoje o domingo foi de boa comida e embelezamento das unhas para a semana que começou.  Ah, também fiquei três horinhas com um delicioso novo cliente!
Há cerca de 20 dias ele havia me contatado, pois estava em Brasília à trabalho, todavia, não pude atendê-lo, tinha compromisso no horário em que ele estava livre.
Eis que seguiu acompanhando meus posts e hoje desejou a minha companhia por 3 horas seguidas!
Quando ele me ligou e se identificou, aceitei prontamente a proposta, vez que me recordei da belíssima aparência do rapaz no Whats! 
Chegando ao quarto do hotel, constatei que o sorriso lindo não era só na foto! O homem: solteiro, 1,80 m, 29 anos, além de bonito, mostrou-se um lord! Muito, muito inteligente e bem sucedido na sua área de atuação profissional. Me esperou com uma garrafa de vinho aberta, queijos e chocolate suíço (parece que ele esteve na Suíça, me esqueci...). 
Ele ficou encantado com minha forma de pensar a vida, os relacionamentos humanos e cultura, Assim como meu senso de humor e as constantes analogias à filmes. Como eu o bonitão é cinéfilo. Não quer ter filhos e nem tem planos de casar-se. Falou extremamente mal das mulheres solteiras da capital em que reside. Se referindo ao excesso de futilidade, interesseirismo e falso moralismo. Coisas que inexistem comigo e "em mim". À mim pouco importa a profissão, o cargo, o carro ou o sobrenome do cliente. Sendo educado, afável e interessante, conquista não apenas meus orgasmos, como meu apreço. 
Não pechinchando e pagando o módico valor da minha hora, está ótimo. Não procuro marido e não me interessam as banalidades financeiras que os homens adoram ostentar por aí! Aliás, isso sempre me anojou e continuará anojando.
Enfim, depois de meia garrafa de vinho, muitas risadas e toques, sentei-me no colo dele e lhe dei um beijo que não parou pelas próximas horas. (Ou melhor, "parou" em intervalos para 69, sexo oral e etc...).
Depois do beijo ele colocou a mão por baixo da minha saia, arredou minha calcinha e me masturbou. Depois que gozei em seus dedos por 4 vezes me "atirou" na cama e me chupou por uns 20 minutos, até eu quase desmaiar! Quando fui chupá-lo ele estava prestes a gozar e então fizemos um 69! Ele gozou em 10 minutos enquanto eu estava com todo seu pau na boca! 
A seguir, quis me beijar para sentir o (doce) gosto dele em mim. Tomamos mais um pouco de vinho, ele me chupou mais um pouco, colocamos o preservativo e ele me penetrou. Comeu minha buceta sobre mim, depois pediu para eu cavalgar nele, então gozou novamente. 
Tirou a camisinha e deixou escorrer um pouco de esperma para eu limpar! Delícia! 
Fomos tomar um banho juntos. Ambos despretensiosos! Ele me fez vários elogios e disse que nunca esteve tão saciado. Mas, tão logo ele resolveu me fazer novos elogios, abracei-o e lhe dei um beijo. Ele logo se excitou! Transamos no banheiro comigo de costas, mas então lhe convidei para irmos para a cama e ele comer o que ainda não tinha comido... Risos... 
Foi logo pegando o preservativo que ele tinha (um que ele trouxe da Itália para pênis grandes- o dele era grosso, muito grosso!) enquanto isso lambia meu ânus e me masturbava. Após eu gozar na mão dele, esfregou meu gozo no meu ânus e, comigo deitada de costas pra ele, foi colocando devagar, até que eu empurrei e empinei meu bumbum contra ele. Pedi para que ele metesse com mais força e, em menos de 10 minutos eu gozei umas 5 vezes e ele terminou gozando novamente! 
A seguir, o tempo estava terminando, comemos uns chocolates e nos despedimos. Resolvi "terminar" o banho em casa ou estaríamos transando ainda. Como eu queria fazer companhia para minha tia que volta ao RS terça, achei por bem evitar continuar meu banho lá... Risos...
Amanha ele volta para a sua cidade. Adiou o seu retorno para apenas para poder ter esta experiência comigo! Achei graciosamente lisonjeiro!
Agora estou assistindo a filmes e descansando! 
Que a semana continue linda, gostosa e promissora!
Beijos de luz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário