Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Segundona gostosa do início ao fim que se encerra com chave de ouro! (Ou seria pênis de ouro?)

Bom início de noite gostosões e gostosonas que se refastelam lendo o meu diário!
Hoje a segunda começou animada em matéria de contatos gentis, a exceção de um mentecapto que me mandou mensagem quase às 3 horas da madrugada e de uns senhores que me ligam com uma voz de quem está falando sem a "chapa" e, obviamente, não tem de mim nenhum interesse, até porque fazem perguntas tolas e pervertidas, do tipo velho-tarado-vulgar. Ao contato "madrugador" respondi quando acordei que eu sou acompanhante de luxo, não puta plantonista ou garota de programa desesperada por dinheiro.
Em primeiro lugar está o meu prazer, o meu conforto e a minha beleza, em segundo as taras dos punheteiros que entram em sites atrás de mulheres e não leem nada a respeito das especificidades de cada uma.
Enfim, marquei um lord para às 13 horas. Muito gentil, residente há pouco tempo na cidade e carente de sexo vez que a esposa ainda não chegou. Muito bonito, gordinho, porém charmoso, carinhoso e com um oral delicioso. Todo depilado, diga-se de passagem! Eu descontraí, porque vi que ele estava tenso, mas com muitos beijos e carinhos tudo foi ótimo, todavia, tinha um compromisso em breve e nem chegamos à penetração, ele gozou na minha boca! Nossa! Gozou muito!
Depois conversamos um pouco e ele foi. 
Mais tarde atendi a um novo cliente que estava carente de uma acompanhante que gosta do que faz e, pelo que contou, tem uma libido avantajada que a esposa não acompanha. Filhos né?! Pequenos seres fofos destruidores da vida sexual do casal. Me chupou bastante e eu a ele e depois ficamos um bom tempo transando. Ele não gosta de anal, mas sabe transar muito bem. Por fim, gozou na minha boca quando o chupei. Depois conversamos um pouco.
Mais no final da tarde, há alguns dias estava marcado um cliente carioca adorável com o qual me encontro sempre que ele vem pra cá! Eu estava com o horário em mente desde que ele me contatou há uns 10 dias! Ele é querido, lindo, gostoso! E cada vez que me chama de "goxtosa" tenho um orgasmo diferente! Risos...
Nossa, quantos beijos! Ele me chupou, depois fizemos um 69, colocamos a camisinha e ele veio sobre mim. Gozei na primeira metida, após conversamos, nos beijamos, ele me masturbou, me fez fazer squirts, me colocou de lado e minhas gozadas molhavam ele, colocou a camisinha e me comeu novamente, de lado, de pé e, depois, sobre mim, gozou. Infelizmente não podemos fazer um encontro de duas horas, posto que ele tinha que voltar pra casa. Mas, encerrei o dia com chave de ouro!
Resta-me descansar a pele que está iluminada de tantos orgasmos e assistir a "Secrets and lies" seriado que comecei ontem!
Beijos de luz gente linda!

Nenhum comentário:

Postar um comentário