Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Segundona que termina bem e terça-feira que começou com orgasmos intensos e insanos!

Boa madrugada gente linda! 
Minha terça-feira iniciou com chave de ouro! Quase meia noite dirigi-me a um hotel aguardar a um cliente esquerdista e sensacional! Fiquei no bar enquanto ele terminava uma reunião. Pedi um Kir Royal e não tardou para ele chegar. Tal qual na foto, elegantíssimo, sorriso lindo e honesto, um lindo homem. 
Conversamos um pouco e logo mostrei-lhe fotos dos gatos, ele dos filhos, conversamos sobre nossos pontos em comum e antes de subirmos ao quarto ele me beijou! Me comeu com a língua e lábios. No quarto ele me deu trufas da Kopenhaguen de presente e veio me beijando! 
Tirei o vestido, ele me beijou inteira e, ainda com a cueca roçava em mim, me beijava e terminei gozando! Gozando muito, molhando-o inteiro e, não dentro de mim, mas sentindo o meu gozo naquela loucura de beijos extasiantes ele gozou. 
Ficamos boquiabertos com aquela explosão de excitação. Após ele foi tomar uma ducha e eu peguei mais uma água para tomar. A seguir fui banhar-me, voltei atacando-lhe com beijos e um sexo oral desatinado! Chupei-o inteiro, sentindo cada parte íntima dele ferver na minha língua e ele se contorcer de tesão com aquele delicioso pau duro. Após, colocamos a camisinha e eu sentei nele, gozando muito! 
Depois ele meteu em mim de quatro, já um tanto exausto. Voltei a chupar cada pedacinho dele! Após ele veio por cima de mim e meteu fundo! Nossa, que delicia! Ambos gozamos em êxtase! Tomei uma ducha, ele também e abri minhas trufas para repormos a glicose. Ele brincou dizendo-me que não "aguentaria" uma noite comigo. Risos... Pela química aferida, garanto que aguentaria. 
Desmaiaria no final, junto comigo, quiçá! Chamei o Uber, após e logo cheguei em casa. Em torno de 3 horas da manhã! Realizada. 
No início da noite fui contatada por um homem charmoso e elegante que está em Brasília a trabalho, ele havia recém chegado. Infelizmente da última vez que veio não compatibilizamos as agendas! Hoje deu! Vesti-me e fui ao seu encontro! Homem charmoso, bonito, encorpado! 
O beijo sensacional e o oral foi tão fabuloso que fiz squirt na cara dele! Após ele começou a me masturbar com "perícia médica". Fazendo-me eu gozar a ponto de voar pelas minhas coxas! Nisso eu o chupei até ele gozar na minha boca! Nos beijamos, ele acarinhou minha pele, elogiou meu cheiro e logo estava eu com aquele pau grande na minha boca outra vez! Ele me chupou mais! 
Colocamos o preservativo, subi sobre ele e molhei-o todo gozando, quando pedi para ele me comer de costas (meter no meu cu)! Meu cuzinho já tava gozando dos squirts que o molharam, logo ele atolou aquela pica em mim e logo jorrei gozo na cama! 
E ele foi metendo, mais forte e mais delicado, fazendo eu ter muitos orgasmos! Até que gozou gostoso no meu cuzinho. Tomei um banho antes de vir pra casa, conversamos um pouco e logo vim descansar um pouco para esperar o cliente que desde domingo eu sabia que estaria disponível para me ver. 
Enfim, está segunda foi estupenda! 
Agora devo dormir, pois são 03h40min e minha beleza não se manterá sozinha! Durmo realizada por ser uma acompanhante empoderada que não dá voz nem vez para machos sem classe, fineza, educação e misóginos, além de nunca na minha vida me colocar em situação de "caça a macho" como se vê na recepção do Meliã e alguns bares-prostíbulos da cidade! Arre, mulheres: amem-se! 
Sejam mais do que um pedaço de carne desesperado por dinheiro e se oferecendo "baratamente" pra homem "alto" no teor alcoólico. Sejam mais! 
Bora descansar, porque minha beleza não se mantém sozinha! Beijos de luz! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário