Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

domingo, 4 de junho de 2017

Pessoas para não ser, atitudes para não imitar.

Pessoas para não ser, atitudes para não imitar.

Junho recém começou e não foram poucos os contatos de pessoas sem a mínima noção de fineza e educação que venho recebendo no meu Whatsapp. O fato de eu ser uma profissional "famosa" faz com que eu ganhe a atenção de pessoas que não prestam-se a ir um pouco mais a fundo sobre quem é a mulher por trás das fotos e da revolução feita na própria vida. Ou seja, nada sabem acerca da minha personalidade, dos meus princípios, da minha forma de pensar e de ser.
Fato é que eu não gosto do Whatsapp, mas minha vida me "obriga" a usá-lo: eu o tenho para contatar minhas tias, eventualmente conversar com amigos, jornalistas, editores e, claro, combinar encontros com clientes, além de conferir a aparência dos mesmos antes de agendar (não agendo com homens que acho demasiado velhos ou feios). 

Infelizmente, muitas pessoas parecem não saber que eu sou acompanhante de luxo e escritora, não mentora, agenciadora ou facilitadora de profissionais que desejam adentrar no ramo em que entrei já madura, consciente e esperta no gerenciamento de riscos. 

Muitos ignoram o fato de eu ser uma cortesã empoderada, fina e seletiva. Uma mulher que escolhe os homens com quem transa e não olvida em dar um fora e perder o dinheiro, ao invés da dignidade. 

"Eterna professora", dizem meus ex-alunos! Isso até pode ser, mas seria "professora" de Direito Constitucional e matérias a ele correlatas, não de homem incompetente, mulher que quer virar acompanhante ou esposa que quer "dar prazer" ao marido (sendo que ignora que homens inteligentes sentem prazer com mulher que goza e usufrui o máximo do sexo, ou seja, a preocupação deveria ser "ter prazer" ao invés de unicamente "dá-lo" o que, convenhamos, não é nada difícil quando se gosta de fazer sexo e tem tesão no parceiro!). 

Logo, se você não quer me contratar, me dar seu educado elogio ou marcar uma entrevista, favor, não me chame no Whatsapp! 

Tenho um blog de crônicas (www.claudiademarchi.blogspot.com), um diário no meu site profissional (www.claudiademarchi.com.br), entrevistas na rede, currículo lattes também na rede, inúmeros posts no Instagram e Facebook, logo, não tentem usar o meu número de celular para me fazer perguntas com o fim de saciar a sua vil curiosidade ou coisas do tipo. 
Retomem 1000 casas e recuperem a educação e a classe e, então retomem mais 10.000 casas e recuperem o bom senso e a noção do ridículo, prezadas criaturas que me procuram com outras intenções!

Abaixo, portanto estão algumas pessoas que não devem ser imitadas por quem quer ter o meu apreço: 

1- Primeiramente, gente que me chama de "gostosa" ou "delícia" em momentos extra-sexo.
"Delícia" é isso aí: uma margarina bem baratinha. 
"Gostosa" é margarina no pão, pizza, costela gorda, picanha mal passada, série de suspense, fragrância de perfume francês, interceptação telefônica provando o golpe e etc.! 
Ah, "gostosa" até pode ser um adjetivo interessante naqueles momentos em que o pudor, a elegância e a finesse "saem" com as roupas, mas não, não é elogio. Não para quem se estima, sabe que é bonita e gosta de elogios inteligentes, sagazes e interessantes, não de palavra vulgar e tosca jogada ao vento por "galanteador" de péssima estirpe.


2-  Quem precisa de "mentoura".

(Senhor afasta dos seres humanos essa vontade imensa que eles têm de passar vergonha na internet e de fazerem mau uso da tecnologia!)
Nunca na minha vida eu darei meu número de celular para aconselhar pessoa alguma. Nunca. Nunquinha! Jamé! Nem que a vaca tussa, tucano seja preso, o Judiciário e o brasileiro "classe média" se recupere da psicose anti-PT! Jamé!

3- Gente que chama no in box do Facebook e me chama de "doutora" para falar de assunto imbecil demonstrando que não sabe nada, absolutamente nada de mim. 
Pessoas, por favor não sejam assim!
O tal do brasileiro médio tem fetiche por concurso público, dai se mata para passar e quando passa, seguidamente, se torna um nabo estilo Dallagnol, Moro e cia. ou qualquer outro burocrata sem ética e inútil.



4- Seres humanos sem noção de classe e respeito que, após uma resposta que lhe exige "semancol", chama o outro de "grosso"

Queridos, "grosseria" é chamar alguém desconhecido no Whatsapp em plena tarde de domingo para fazer pergunta, começando por uma tão idiota: qualquer matéria sobre mim fala que advoguei por longos 12 anos! 

Leia ao invés de se dar ao direito de "invadir" a privacidade alheia pra fazer pergunta tosca! Tenho site, existe o Google: acesse! Repito: o meu número de telefone é para amigos e contatos objetivos com clientes, só isso! 


5- Vou "desenhar" para quem quiser aprender:

A-Eu sou acompanhante de luxo e escritora, não mentora de pretensa prostituta!; 
B-Se você pede desculpas pelo "incomodo" é porque algo de educado e elegante que habita em você sinaliza sua postura inconveniente, portanto ouça-o e se poupe de passar vergonha!
C- o fato de existirem sempre matérias sobre mim não torna meu número de celular de propriedade pública: ele existe para amigos e contatos objetivos e sem delongas com clientes, jornalistas e pessoas estudiosas!; 
D- no meu site existem tutoriais: pesquise-os e leia, caso você seja capaz de ler alguma coisa que não seja matéria sobre plástica, musculação e dieta; 
E- Mensagem recebida neste domingo e eu estava de boa no dolce far niente, logo bloqueei sem responder, sim!


6- Nunca, nunca na vida sejam uma pessoa como este animal da imagem abaixo!
Macho terrivelmente feio? Sim. 

Com atestado de hipossuficiência na foto? Também. 

Mal educado? Mais ainda. 

Misógino=tipicamente do tipo que quer "usar" a mulher? Exato, um perfeito "omi" inapto! 

Foi bloqueado com sucesso e deixo aqui um recado: o dia em que eu me dispor a fazer sexo com  este tipo de homem eu me suicido!


7- Gente com perfil vulgar no Twitter e que não sabe diferenciar prostituta de acompanhante de luxo para quem dedico a leitura do tutorial destes links: 

A- https://simonesteffanibrasilia.blogspot.com.br/2016/11/sobre-os-pobres-velhos-feios-e-grossos.html

B- https://simonesteffanibrasilia.blogspot.com.br/2016/06/tutorial-do-que-significa-ser.html


Acho toda conduta exibicionista (vídeos, nudez e etc.) postada gratuitamente em rede social, desnecessária, pois fazem chover machistas sem classe com comentários como "delícia", "gostosa" e etc., e eu tenho aversão a menções vulgares fora da hora do sexo (quando tudo vale!), conforme o item 1 acima. 

Esta na hora das pessoas livrarem-se do mito da "gostosona-exibida-tarada": daquele perfil de mulher que mostra em roupas curtíssimas, justíssimas e decotadas os seus atributos, que manda ou posta fotos nua e "por isso" é devassa e boa de cama. Ser discreta, elegantemente trajada, não siliconada e fora dos padrões de beleza não faz da mulher sexualmente fria. "Boa de cama" é a pessoa (homem ou mulher) que goza, que gosta de sexo e é liberta de pudores, repressões anímicas e nojinhos.

Não há necessidade de andar semi-nua por aí para ser uma acompanhante/mulher talentosa no sexo, basta realmente gostar de gozar! 

Há séculos quem se veste e exibe-se (em sinaleiras e prostíbulos) não são as auto-intituladas "acompanhantes de luxo" que, teoricamente, deveriam selecionar a sua clientela e expor-se pouco, são as prostitutas que sempre fizeram isso. São elas que vão a caça de sexo, ao invés de aguardar em segurança e confortavelmente os contatos de pretensos clientes. Mas, graças a internet, as pseudos "acompanhantes de luxo" estão mostrando um lamentável desespero dando azo ao falocentrismo de homens bobos, punheteiros, nada seletivos, educados ou elegantes!

Em cada 50 mulheres que se intitulam como "acompanhante de luxo", uma ou duas tem as atitudes e a postura elegante e diferenciada que delas se espera. A maioria é como o médico embusteiro "formado" em Grey's Anatomy, o bacharel que se diz advogado e quer ser chamado de "doutor", a esteticista que se acha dermatologista, o assessor do magistrado que age como juiz e etc., enfim, são fraudes. 

E é por isso que tantos homens desabonados e sem educação me procuram, pois acabam generalizando, afinal as pseudo-acompanhantes dinheiristas e sem seletividade abriram as portas do inferno da misoginia para que qualquer bagaceira acesse um site e ache que pode contratar a mulher que desejar sem que ela tenha filtro algum.

Ou seja: se você quer ser mesmo uma acompanhante de luxo, leia o tutorial do item B acima e não colabore com macho tarado e baixo nível nas redes sociais e fora delas.

Cláudia de Marchi
Brasília/DF, 05 de junho de 2017.

5 comentários:

  1. Cláudia, boa noite. Há muito sou seu fã. Adoro suas postagens, tanto no blog como no face. Já me posicionei aqui algumas vezes (no dia 8 de março fiz uma pequena homenagem a sua pessoa - ganhei beijinhos e carinhos virtuais seus hehehe). Na minha vida conheço 2 "Claudias": o amor de minha vida, minha esposa, companheira, mãe e a quem dedico os meus quase 25 anos juntos com amor e paixão; e você, Claudia de Marchi. Advogada licenciada que deu uma guinada em sua vida. Virou uma mulher com M bem maiúsculo. Bonita, sensual e empoderada. Ser acompanhante de luxo? Eu não a enxergo assim. Prefiro enxergar a Claudia de Marchi como uma mulher decidida, que sabe o que quer. Escolheu ser ela mesma, escolheu ser mãe de 2 pimpolhos peludos brancos (Zeus e Pequeno Bolota), escolheu ter prazer e ser amada todos os dias, resolveu desrotular o machismo desta sociedade hipócrita com um "beijinho no ombro" para os inimigos de plantão, resolveu fazer sexo e ter vários e incontáveis squirts e gozos, resolveu fazer o que der e vier de cabeça erguida, sempre. Aí vem a pergunta: o que elas, as duas Claudia que conheço, tem em comum? Educação, amor próprio, sabem o que querem e são muito inteligentes e cultas. Adoro vocês, minhas Cláudias. Boa noite e fiquem com Deus, Dinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ser humano lindo que tu és!
      Muito obrigada pelo carinho!
      A tua Cláudia foi afortunada ao ter-lhe como companheiro!
      Mega beijo!

      Excluir
    2. Mega Beijo para ti e um ótimo final de semana e, se Deus quiser, FORA TEMER !!!

      Excluir
    3. Muito obrigado pelos elogios. É uma pena morar longe de BSB. Gostaria e muito de ter alguma chance (pois não tenho o perfil de seu gosto - sou gordinho (coisa que você já não gosta) e também já não me acho tão bonito no alto dos meus 45 anos). Se quiser ter curiosidade é só ver o meu facebook e dar uma olhadinha nas fotos, viu! Fique com Deus e dê um abraço em sua mãe. Ela é uma artesã de mão cheia, viu!

      Excluir
    4. Posso te adicionar ao Whats para sermos amigos, mesmo que distantes?

      Excluir