Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Mais um encontro magnífico com o último cavalheiro com quem estive em 2017!

Boa tarde queridas pessoas do bem!
Tenho para lhes dizer que alguns dos meus ex tinham razão: eu sou mimada! Posso utilizar o selo cantora Kátia para lhes dizer que "não está sendo fácil" não ter minha mami amigona me auxiliando em tudo! 
Bem, vejam a foto que tirei hoje por volta dar 15 horas:

Zero make, inclusive "zero" batom. Olheiras? Sim, temos. Ainda bem que eu não tive filhos, pois não é fácil cuidar de dois felinos que eu mesma mimei em excesso. Não é fácil descobrir-se com mania de limpeza: ontem, após chegar da casa do meu cliente Clark Kent (ele é igual a um dos atores que interpretou o papel há anos! Obviamente, não direi qual foi o ator) quase meia noite, já de camisola, resolvi tirar o lixo dos banheiros, da cozinha e da caixa de areia dos gatos e fui até a lixeira do andar (que fica à direita da minha porta). Fui sem robe, pois era quase 1h da madrugada e deduzi que ninguém estaria por perto. Adivinhem? Tinha um cidadão descendo as escadas. Me viu, disfarçou e seguiu seu rumo, certamente achando que sou uma maluca. "A louca dos gatos", como, inclusive, faço questão de ser chamada daqui uns anos. (Antes ser a "louca dos gatos" do que a madame acomodada num casamento insosso que virou amizade, como muitas conhecidas minhas.  
Voltei, limpei os olhos do Zeus e ambos resolveram brincar. Corriam feito loucos, pulavam um no outro e voava pelos para todos os lados. Limpei, varri, coloquei comida, água e, quase às 2 da madrugada, dormi. Em torno de 5 horas o Pequeno Bolota vem até mim me acordar. Eu já sabia: caixinha de areia suja, Zeus deve ter feito xixi ao longo das minhas “longas” 3 horas de sono. Fui, limpei e não consegui mais dormir. Resolvi fazer uns cálculos de honorários judiciais de um processo lá do meu Estado (falido) que, espero, ainda "saiam" em 2018, uma petição e ler. 
Logo, eram 8 horas e minha manicure chegou. Tão logo ela saiu, comecei a faxinar os pelos das cadeiras, o vidro da mesa e da sala de estar. Depois, entre sair almoçar, pedir delivery e esperar a comida e dormir, optei por dormir. Todavia, estava ansiosa pelo reencontro de hoje à tarde! Com o meu lindo e gostosíssimo cliente com o qual encerrei 2017. Embora em dúvida quanto à minha energia mantida à base de água, coca zero, café, salame, queijo e pepino o encontro não poderia ser melhor, como tem sido desde que nos conhecemos.
Eu passaria, certamente, dias e horas conversando com ele e, logicamente, transando também, mas como isso não é uma possibilidade viável, curtimos nossos momentos. Especiais momentos, diga-se de passagem. Eu, atabalhoada com a organização da casa para os gatinhos que, a partir de terça ficarão sob os cuidados do cat sitter, tomei uma ducha e esperei-o de robe. Há alguns dias fiz compras na Loungerie virtual e comprei um conjuntinho branco bem básico, mas elegante, resolvi colocá-lo, mas não achei a calcinha...Risos... Então, esperei-o só de sutiã, salto e robe.
Na sala nos beijamos ardentemente e viemos ao quarto. Ele acariciava deliciosamente o meu corpo e, antes de ir tomar uma ducha, me chupou e me fez gozar. Tomou um ducha rápida e veio sobre mim, beijando-me. Pedi para ele tirar meu sutiã, então virei de costas e ele aproveitou para me chupar mais, lamber meu cuzinho e me deixar ainda mais louca de tesão. Colocou a camisinha e meteu assim em mim, comigo de costas. Depois de lado, de frente, enfim, fizemos sexo nas mais variadas posições, com encaixe perfeito e squirts que justificam a lavagem, novamente, do meu cobre leito que foi colocado terça-feira... Risos...
Considero-me realizada por hoje, agora pretendo assistir a um filme ou série, tomar um vinho e pedir algo para comer. Amanhã irei ao mercado, pois café e coca zero estão no fim. Da mesma forma, estou com gula de tomate verde com aceto balsâmico e sal. Hummm! Eu adoro.
Bem, fiquem todos em paz!
Beijos de luz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.