Sobre o pálido ponto azul.

Sobre o pálido ponto azul.
"Nós podemos explicar o azul-pálido desse pequeno mundo que conhecemos muito bem. Se um cientista alienígena, recém-chegado às imediações de nosso Sistema Solar, poderia fidedignamente inferir oceanos, nuvens e uma atmosfera espessa, já não é tão certo. Netuno, por exemplo, é azul, mas por razões inteiramente diferentes. Desse ponto distante de observação, a Terra talvez não apresentasse nenhum interesse especial. Para nós, no entanto, ela é diferente. Olhem de novo para o ponto. É ali. É a nossa casa. Somos nós. Nesse ponto, todos aqueles que amamos, que conhecemos, de quem já ouvimos falar, todos os seres humanos que já existiram, vivem ou viveram as suas vidas. Toda a nossa mistura de alegria e sofrimento, todas as inúmeras religiões, ideologias e doutrinas econômicas, todos os caçadores e saqueadores, heróis e covardes, criadores e destruidores de civilizações, reis e camponeses, jovens casais apaixonados, pais e mães, todas as crianças, todos os inventores e exploradores, professores de moral, políticos corruptos, "superastros", "líderes supremos", todos os santos e pecadores da história de nossa espécie, ali - num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pensem nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, na glória do triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração desse ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, em seus freqüentes conflitos, em sua ânsia de recíproca destruição, em seus ódios ardentes. Nossas atitudes, nossa pretensa importância de que temos uma posição privilegiada no Universo, tudo isso é posto em dúvida por esse ponto de luz pálida. O nosso planeta é um pontinho solitário na grande escuridão cósmica circundante. Em nossa obscuridade, no meio de toda essa imensidão, não há nenhum indício de que, de algum outro mundo, virá socorro que nos salve de nós mesmos. (...)" Carl Sagan

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Um lindo e delicioso novo parceiro para alegrar a minha segunda-feira!

Boa tarde lindas pessoas que me acompanham!
Espero que tenham tido um lindo final de semana. Eu basicamente li, assisti "The Fall", dormi e respondi gente grotesca e desrespeitosa com a acidez merecida, ao longo desta semana farei um post com os piores contatos dos últimos dias.
Quem acompanha meu Instagram sabe bem que a idiotia humana não tem limites, mas, ainda bem que nem todos os seres humanos estão corroídos pela mediocridade intelectual e vulgaridade. Hoje, por exemplo, conheci um homem extremamente educado, fino, sexy e muito, muito, muito lindo! Um cavalheiro de "babar", literalmente.
Combinamos o encontro e esperei-o de robe e salto. Logo que olhei em seus lindos olhos me senti à vontade! Fomos ao meu quarto e nos entregamos a deliciosos beijos. Tirei meu robe e ele se ajoelhou para me chupar. Um oral exímio, perfeito!
Depois colocou-me de costas e chupou-me inteira, inclusive meu cuzinho. Acidentalmente caímos na cama, ele, que já estava sem camisa (ajudei-o a tirar), então tirou a calça e o sapato e veio sobre mim. Tocou-me, me fez gozar mais e, então, fazer squirts. Fez questão de me chupar mais e, tão logo eu pude, "abocanhei-lhe" (completamente delicioso, para dizer-lhes o mínimo).
Estávamos com muito tesão, eu estava gozando só com seus beijos e sentindo-lhe próximo a mim. Então ele colocou a camisinha e veio sobre mim. Gozei seguidas vezes, fiz vários squirts, foi uma transa intensa, muito intensa e ele, como era de se esperar com todo aquele tesão e química, não tardou para gozar também.
Infelizmente, logo precisou ir, deixando uma imensa vontade de ter "mais do mesmo" e, claro, um pouco além... Risos...
Bem, já pedalei, tomei banho, lavei os cabelos, agora vou fazer um lanche e descansar a beleza. Deixo-lhes uma fotinho tirada antes de eu receber meu magnífico novo parceiro:

Beijos de luz!

Um comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.